Conteúdo suplanta propaganda, diz IBM

Buscar

Comunicação

Publicidade

Conteúdo suplanta propaganda, diz IBM

Estudo com CMOs norte-americanos indica necessidade de especialização para entrega de conteúdo em diversos canais

Felipe Turlao
8 de setembro de 2015 - 3h11

 Mais da metade dos anunciantes planeja aumentar o orçamento de marketing, e o conteúdo é o responsável pela maior parte desse crescimento, de acordo com um estudo realizado pela IBM junto a membros do CMO Club, grupo que inclui heads de anunciantes norte-americanos de grande porte.
Os dados mostraram que 57% dos profissionais planejam aumentar o orçamento de marketing nos próximos três anos.

O desenvolvimento de conteúdo será responsável pela maior porção do bolo de marketing (13,3%), seguido pela propaganda tradicional (11,5%). Outras áreas de investimento serão publicidade online (11,1%), eventos (10,9%), criação de sites (10,5%) e relações públicas (9,6%).

“A publicidade não é mais a rainha. O atual rei é a geração de conteúdo, atraindo os maiores investimentos. Isso faz sentido quando pensamos no conteúdo como coração da conversa que interliga os estágios da jornada do comprador e a experiência de engajamento”, concluiu o estudo.

Mas há um detalhe importante para os entusiastas do conteúdo. A IBM diz que a maioria dos CMOs entrevistados faz uma clara distinção entre conteúdo de qualidade e conteúdo de quantidade, privilegiando o primeiro tipo, evidentemente. “O número de canais e devices continuará a crescer, e cada um requer seu próprio tipo de conteúdo”, explica Jay Henderson, diretor de estratégia da IBM Commerce. Ou seja: é melhor pensar em poucos e bons conteúdos para cada plataforma, do que em ter inúmeras postagens no Facebook que não dizem nada.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”