Conheça os melhores diretores de publicidade do Brasil

Buscar

Comunicação

Publicidade

Conheça os melhores diretores de publicidade do Brasil

Vellas, Jones + Tino, Ian Ruschel e Felipe Mansur lideram ranking feito à partir da opinião de profissionais de criação e produção das principais agências do País


18 de setembro de 2019 - 6h00

Por Alexandre Zaghi Lemos, Isabella Lessa, Karina Balan Julio e Renato Rogenski

“Caverna do Dragão”, campanha da DPZ&T para Renault tem direção de Vellas, sócio da Saigon. Diretor encabeça o ranking dos melhores diretores do País (Crédito: Reprodução)

O ranking de melhores diretores de filmes publicitários do Brasil tem dez nomes que mesclam veteranos que já apareceram nos levantamentos anteriores com outros que estavam na lista de novos talentos na edição anterior. Pela terceira vez, Meio & Mensagem publica levantamento realizado junto a diretores de criação e profissionais de produção das principais agências do País — as anteriores foram realizadas em março de 2011 e setembro de 2016.

Líder de 2019, o diretor Vellas saltou da quarta para a primeira posição, ultrapassando a dupla Jonas + Tino, que liderou em 2016 e agora está em segundo. Terceiro colocado, Ian Ruschel é um dos que foi reconhecido há três anos como novo talento e agora se consolida no ranking principal. O mesmo ocorre com Felipe Mansur (4º) e as duplas Alaska (6º) e Kid Burro (10º).

Por outro lado, também é notável a resiliência de dois talentos veteranos: Claudio Borrelli e Pedro Becker. Borrelli foi o segundo nos dois levantamentos anteriores e agora aparece em quinto. Becker liderou o ranking de melhores diretores em 2011, foi o terceiro em 2016 e agora está em sétimo. O diretor Carlão Busato (8º) e a dupla Dois (9º) também aparecem nos três levantamentos, em 2011 na lista de novos talentos e em 2016 já entre os melhores diretores.

relacionado

Novos ângulos

Na semana de 26 a 30 de agosto, a reportagem ouviu 95 criativos que ocupam posições de presidentes, vice-presidentes ou diretores e líderes das áreas de produção e RTV — os nomes de todos estão nesta página, mais abaixo. A partir de lembranças espontâneas, cada um pode apontar até cinco diretores de filmes publicitários atuantes no Brasil. Os participantes enviaram suas listas por ordem de preferência, para que a reportagem pudesse dar peso maior aos primeiros e finalizasse os rankings por pontos, atribuindo 5 pontos para os indicados em primeiro lugar, 4 para os segundos, 3 para os terceiros, e assim sucessivamente. As indicações de cada profissional ouvido não serão divulgadas separadamente, apenas o consolidado final de todos os votantes. Ao todo, os entrevistados mencionaram 68 diretores. Confira, a seguir, os dez mais pontuados.

1º Vellas / Saigon (238 pontos)
Vellas começou a carreira como diretor de arte e trabalhou em agências como DM9DDB e Ogilvy. Após diversas visitas a sets de filmagem, passou a se interessar mais pela direção de filmes. De 2006 a 2009, atuou como diretor de animação e freelancer na Ioiô Filmes e passou pela Prodigo Films como diretor de cena. Na Sentimental, dirigiu “Alma”, criado pela F/Nazca S&S para Leica, que ganhou 5 Leões na edição de 2013 do Festival de Cannes. Em 2014, fundou a Saigon com João Dornelas e Pedro Pereira, a dupla Dois, e o produtor executivo Marcelo Altschuler. Entre os filmes mais recentes dirigidos por Vellas está “Aposta” (assista abaixo), com criação da DPZ&T para a Renault. Leia aqui entrevista com Vellas

2º Jones + Tino / Stink (152 pontos)
Hoje representado no mundo todo pela Stink, o dueto entre o carioca Jones e o piracicabano Tino se formou em 2004, ainda como uma dupla criativa na  F/Nazca S&S. Como sócios e diretores na produtora atual, onde estão desde 2011, desenvolveram trabalhos icônicos como “Vício” e “Antes e depois de Ronaldo”, para Nike. Em 2014, dirigiram o filme “100” para Leica, que recebeu o primeiro e até agora único Grand Prix de Film da história da publicidade brasileira no Cannes Lions 2015. Em 2019, a dupla já dirigiu trabalhos como o filme “Príncipe encantado” (assista abaixo), da AlmapBBDO para O Boticário.

3º Ian Ruschel / Iconoclast (109 pontos)
Sócio no escritório brasileiro da Iconoclast, desde a chegada da marca ao País, em 2015, Ian Ruschel já dirigiu filmes para marcas como Coca-Cola, Nike, Ford, Johnnie Walker, Audi, McDonald’s, Budweiser e HSBC. Com formação em cinema na NYU e fotografia na School of Visual Arts de Nova York, antes de chegar à produtora atual, passou pelos castings de Zeppelin e Stink. Neste mês de setembro foi ao ar o filme “Notas”, um dos mais recentes de Ruschel (assista abaixo). A campanha ativa o Itaú no Rock in Rio, com criação da Africa.

4º Felipe Mansur / Alice Filmes (102 pontos)
Felipe Mansur começou a carreira como diretor de arte em agências, como DM9DDB e Y&R, e, em 2011, passou a atuar como diretor de filmes. Até 2015, integrou o casting da Cine, de onde saiu para fundar a Alice Filmes, ao lado dos produtores Wal Tamagno e Ana Mansur. Segundo Mansur, a experiência em agências o tornou cuidadoso com a estética e atento à criação de um storytelling envolvente. Para o diretor, uma boa ideia não tem limite: “a agência espera que o diretor não simplesmente realize um roteiro, mas traga um aporte criativo”. Um dos trabalhos mais recentes do diretor é o filme “Qual é seu próximo novo?” (assista abaixo), com criação da Talent para a Claro.

5º Claudio Borrelli / Killers (72 pontos)
Claudio Borrelli estudou cinema na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, onde foi membro da agência de diretores independentes Directors Network, em Los Angeles. Depois de voltar ao Brasil, fundou sua própria produtora, a Killers, em 2005. Entre seus trabalhos de destaque estão os filmes “Cegonha”, da AlmapBBDO para Volkswagen, e “História de Natal”, da F/Nazca S&S para Sadia, com o qual conquistou Bronze no Cannes Lions 2018. Em 2019, entre outros trabalhos, Borelli já dirigiu filmes como o “T-Rex” (assista abaixo), com criação da AlmapBBDO para a Volkswagen.

6º Alaska / Iconoclast (54 pontos)
Representados desde 2017 pela Iconoclast na Europa, Estados Unidos e Brasil, Gustavo Moraes e Marco Lafer se formaram em Cinema, na Faap, e iniciaram a carreira como dupla Alaska na Fat Bastards, ex-produtora de Pedro Becker que atuava em sociedade com a Movi&Art. No começo deste ano, retornaram ao Brasil após uma jornada de cinco meses em Los Angeles, onde puderam estabelecer laços com o mercado cinematográfico norte-americano e trabalhar na criação de roteiros de longa-metragem e comerciais globais. Um dos filmes dirigidos internacionalmente pela dupla é “Wake Up” (assista abaixo) para a Pepsi, com criação da BBDO México.

7º Pedro Becker / Nomads (53 pontos)
Pedro Becker se consagrou pela direção espirituosa, que busca mesclar o tom cômico com o comovente. Fundador da produtora Fat Bastards, atualmente atua pela Nomads, que tem parceria com a Produtora Associados. Entre os trabalhos recentes de seu portfólio, estão campanhas como “Vai no Gás” (assista abaixo), da J. Walter Thompson para Coca-Cola, “Esquadrão”, da Africa para Vivo, e “Onde tem amor tem beleza”, da Heads para O Boticário.

8º Carlão Busato / Hungry Man (51 pontos)
Com mais de 20 anos de estrada no mercado audiovisual, Carlão Busato se juntou, em 2010, ao time de sócios e diretores da Hungry Man. Nesse mesmo ano, entrou para a lista New Directors Showcase, promovida anualmente pela Saatchi & Saatchi no Festival de Cannes, pelo filme “Gravidade Zero”, que mostra latas de Coca-Cola Zero levitando no ar e foi dirigido em parceria com Marlon Klug, quando a dupla era sócia na Corporação Fantástica, em Curitiba. Um dos trabalhos mais recentes de Carlão é o filme “Chato, eu?” (assista abaixo) para a Nissin Brasil, com criação da Dentsu.

9º Dois /Saigon (51 pontos)
Juntos há 12 anos na dupla Dois, João Dornelas e Pedro Pereira deixaram a Sentimental, onde atuaram por cinco anos, para fundar, em 2014, a Saigon em sociedade com o diretor Vellas e o produtor executivo Marcelo Altschuler. “SKY Play Corp” (assista abaixo), criado pela FCB para a Sky, é uma das produções recentes do duo, que também dirigiu filmes para marcas como Sky, O Boticário e Skol.

10º Kid Burro / Stink (44 pontos)
Formada por André Saito e Cesar Nery, a dupla Kid Burro filma pela Stink desde o final de 2017. Eles atuam juntos desde o tempo em que eram colegas na faculdade de Comunicação Social. Após se formarem, estudaram cinema em Los Angeles e Buenos Aires. Estão no mercado há 12 anos, tendo integrado anteriormente os castings das produtoras Paranoid, Movi&Art e Trio. Entre os filmes publicitários mais recentes da dupla está “Hershey’s Special Dark” (assista abaixo), com criação da BETC.

Confira quem foram os eleitores responsáveis pela escolha dos melhores da área de produção e suas respectivas agências no momento do voto (de 26 a 30 de agosto de 2019)

Criativos: Adriano Alarcon (Fbiz), Álvaro Rodrigues (Fullpack), Alvin Shiguefuzi (Wunderman), André Marques (WMcCann), André Pallú (FCB), Bruno Abner (McCann Health), Claudio Lima (Cheil), Dedé Eyer (NBS), Edu Lima (W+K), Eduardo Camargo (Mutato), Fabiano Ribeiro (Propeg), Fábio Mello (Jotacom), Felipe Luchi (Lew’Lara\TBWA), Felipe Simi (Soko), Félix Del Valle (Ogilvy), Fernando Piccinini (Rino.com), Filipe Cuvero (Dentsu), Fred Siqueira (Ampfy), Guga Dias da Costa (Tech and Soul), Gustavo Bastos (Onzevinteum), Gustavo Victorino (Publicis), Hugo Barros (EscalaCity), Humberto Cunha (Santa Clara), Leonardo Corvo (Multi Solution), Luis Constantino (Oliver), Marcelo Prista (Z515), Marcio Juniot (SunsetDDB), Marcos Medeiros (CP+B), Mauro Arruda (   FCB Health), Mauro Ramalho (Cubocc), Natalia Mamede     (Today), Omar Caldas (We), Paulinho Duarte (VML), Paulo Sanna (Mestiça), Pedro Padro (F/Nazca S&S), Pernil (AlmapBBDO), Rafael Donato (David), Rafael Freire (R/GA), Rafael Pitanguy (Y&R), Renata Leão (J. Walter Thompson), Renato Jardim (Talent Marcel), Renato Simões (W+K), Renato Zandoná (AKQA), Rodolfo Sampaio (Moma), Rodrigo Tortima (Grey), Romolo Megda (BETC/Havas), Rynaldo Gondim (Heads), Sergio Mugnaini (DPZ&T), Sophie Schonburg (Africa), Vico Benevides (GTB), Wilson Mateos (Leo Burnett Tailor Made) e Zico Farina (Artplan).

Produtores / RTVs: Ana Casagrande (CP+B), Ana Ferraz (BETC/Havas), Ana Ourique (Artplan), Andrea Metzker (NBS), Andressa Zanni (Mestiça), Ângela Felicio (We), Anna Böhm (Nova/sb), Caroline Bonani (R/GA), Charles Nobili (FCB), Daniel Cecconello (Mutato), Daniela Andrade (Tech and Soul), Ducha Lopes (DPZ&T), Fabiano Beraldo (David e Ogilvy), Fabiano Proença (Heads), Felipe Belinky (Cubocc), Fernanda Moura (Leo Burnett Tailor Made), Franz Ustariz (Jotacom), Gabriella Garoti (REF+), Izabel Soares (Grey), Juliana D’Antino (Dentsu Aegis Network), Juliana Leonelli (Propeg), Kika Tancredo de Assis (VML), Larissa Kubo (Soko), Leo Alves (Tribal Worldwide), Luiza Pagliarini (Ampfy), Maisa Delgado (J. Walter Thompson), Maria Hermínia Weinstock (Talent Marcel), Marina Fridman (GTB), Michel Gubeissi (Wunderman), Nicole Godoy (Y&R), Patrícia Benetti (SunsetDDB), Patricia Gaglioni (TBWA\Brasil), Paula Santana (AKQA), Regiani Petti (W+K), Renata Sayão (Publicis), Rodolpho Donato (MullenLowe), Rodrigo Ferrari (Africa), Rodrigo Moreira (EscalaCity), Sandra Freitas (Z515), Tato Bono (WMcCann), Vera Jacinto (AlmapBBDO), Victor Alloza (F/Nazca S&S) e Viviane Guedes (Fbiz).

Imagem de topo:Jakob Owens/ Unsplash

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • jones

  • tino

  • felipe mansur

  • claudio borelli

  • pedro becker

  • dois

  • vellas

  • Ian Ruschel

  • Carlão Busato

  • Alaska

  • Kid Burro

  • Audiovisual

  • marketing

  • Publicidade

  • Campanha

  • Produção

  • mercado

  • Propaganda

  • marcas

  • filmes

  • ranking

  • Produtoras

  • Direção

  • diretores