Sinapro-SP trabalha em revisão da CCT para abril

Buscar

Comunicação

Publicidade

Sinapro-SP trabalha em revisão da CCT para abril

Entre as mudanças propostas na Convenção Coletiva do Trabalho está a regularização de práticas já comuns como o home office

Teresa Levin
12 de fevereiro de 2020 - 6h00

Dudu Godoy, presidente do Sinapro-SP (Crédito: Divulgação)

O Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo – Sinapro-SP – está trabalhando em um projeto de modernização da Convenção Coletiva do Trabalho (CCT). A ideia é dar segurança jurídica para práticas já comuns em muitas empresas, com foco em quatro pontos: trabalho remoto, banco de horas, jornada flexível e controle de ponto alternativo. As mudanças já estão sendo discutidas junto ao Sindicato dos Publicitários do Estado de São Paulo, através de ofícios, e em março começarão as negociações para que sejam ajustados os pontos divergentes e para que as alterações passem a valer em abril.

“Pela nova legislação trabalhista, hoje a CCT está acima da própria lei. Ela determina a relação de trabalho e os parâmetros jurídicos e a segurança jurídica para se fazer as relações de trabalho, estabelecendo os parâmetros de convivência”, explica Dudu Godoy, presidente do Sinapro-SP. “Temos cláusulas que são de dez anos atrás, temos relações de trabalho que mudaram muito, principalmente em agências de grandes centros onde a locomoção é cada vez mais difícil”, observa.

Entre as mudanças sugeridas após uma observação de situações que já são realidade está a adoção do regime de trabalho remoto ou à distância, que, na proposta do Sinapro-SP,  poderá ser acordado entre as partes envolvidas. A partir daí, questões como vale transporte e alimentação, fornecimento de computadores e disponibilização de banda larga serão discutidos entre os sindicatos para gerar uma segurança jurídica com a CCT.

A proposta do Sinapro-SP está sendo elaborada por João Carlos Gambôa, Marco Onuki e Fabiana Robertoni da Costa, os três integrantes do escritório Gambôa Advogados. Hoje o Sinapro-SP representa cerca de nove mil agências do estado de São Paulo, incluindo aproximadamente 300 afiliadas.

*Crédito da foto no topo: Qualcomm Snapdragon/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Dudu Godoy

  • Sinapro-SP

  • mercado

  • Publicitário

  • trabalho

  • Home-office

  • jornada de trabalho

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”