AO VIVO

SAP NOW CX

José Vinagre e Bruno Nardon falam sobre o novo cenário digital, no evento SAP Now CX, a partir das 14:30

Interpublic Group nomeia Philippe Krakowsky como CEO

Buscar

Comunicação

Publicidade

Interpublic Group nomeia Philippe Krakowsky como CEO

A partir de 1º de janeiro de 2021, Krakowsky sucederá Michael Roth, que passa a executive chairman


21 de outubro de 2020 - 17h12

Philippe Krakowsky sucede Michael Roth na liderança do grupo (crédito: divulgação)

*Por By Judann Pollack, do AdAge

A partir de 1º de janeiro de 2021, Philippe Krakowsky assume o cargo de CEO do Interpublic Group. O executivo, que acumulará o cargo com a função de diretor de estratégia do IPG, sucederá Michael Roth, que se tornará executive chairman do conselho.

Com 18 anos no IPG, Krakowsky é vice-presidente executivo e diretor de operações da holding, bem como chairman do IPG Mediabrands, supervisionando a Acxiom, Carmichael Lynch, Deutsch, Hill Holliday, Huge, Kinesso, Matterkind e R/GA. Entre seus cargos no IPG, Krakowsky coordenou funções de comunicações, desenvolvimento de negócios, estratégia e talentos.

A promoção de Krakowsky era há muito esperada. Em comunicado, divulgado nesta quarta-feira, 21, Roth chamou Krakowsky de “o CEO certo para a próxima era no IPG. Ele é um estrategista brilhante e líder eficaz que desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento do modelo de serviço ao cliente, de arquitetura aberta, além de modernizar nossos dados, serviços de marketing e soluções de mídia”.

“Agradeço a confiança que Michael e o conselho depositaram em mim”, disse Krakowsky. “Com nosso pessoal, marcas de agência, empresas de tecnologia e cultura, estamos em uma posição única para ajudar os clientes a resolver seus desafios de negócios mais difíceis. Estou ansioso para trabalhar com cinquenta mil funcionários e todo o Interpublic Group e clientes ao redor do mundo neste momento único, onde estamos vendo as mudanças na mídia e no comportamento do consumidor acelerarem a uma velocidade incrível”.

Roth, que foi nomeado CEO em 2005, é creditado por corrigir o curso financeiro da empresa. “Em cada um dos últimos cinco anos, a taxa de crescimento do IPG superou a média da indústria e o retorno total para o acionista superou o grupo de pares do IPG em períodos de um, três, cinco e dez anos, marcando um nível confiável de realização e progresso durante um período que viu mudanças significativas na indústria com a dinâmica de mercado em constante evolução”, disse o comunicado da empresa.

Essa dinâmica fica evidente nos resultados da empresa também divulgados nesta quarta-feira, 21. A receita líquida do terceiro trimestre caiu 5,2% em relação ao ano anterior, para US$ 1,95 bilhão, e a receita líquida orgânica caiu 3,7%, queda atribuída à Covid-19. A receita líquida nos primeiros nove meses caiu 6,7% e a receita orgânica caiu 4,5%.

“Diante de um ambiente muito desafiador, estamos orgulhosos de nossos resultados no trimestre e do trabalho que nosso pessoal está fazendo em circunstâncias tão desafiadoras e extraordinárias. Esse nível de desempenho demonstra a eficácia com que nossas empresas e funcionários se ajustaram para novas formas de trabalhar”, afirmou Roth.

**Tradução: Amanda Schnaider

***Crédito da imagem no topo: Audioundwerbung/iStock

Publicidade

Compartilhe