iFood cria floresta digital em campo de futebol

Buscar

Comunicação

Publicidade

iFood cria floresta digital em campo de futebol

Projeção acontece no intervalo do clássico entre o alvinegro paulista e o São Paulo para promover neutralização de CO2 da empresa

Renato Rogenski
30 de junho de 2021 - 19h47

Neo Química Arena (Crédito: divulgação/ Corinthians)

Nesta quarta-feira, 30, o iFood dá o pontapé inicial de uma ação nacional para comunicar que a partir de julho 100% de suas entregas serão compensadas antecipadamente em CO2. A iniciativa entrará em cena nesta noite, durante a transmissão da partida entre São Paulo e Corinthians pelo Campeonato Brasileiro, que será realizada pela TV Globo.

Por meio de uma projeção digital, o telespectador verá árvores tomando conta do campo de futebol, na Neo Química Arena, durante o intervalo da partida. Com duração de aproximadamente dois minutos, a comunicação desenvolvida pela agência Suno simbolizará os recursos destinados a projetos de preservação ambiental da Floresta Amazônica.

A expectativa da empresa é que, até o final de 2021, a neutralização de emissão de CO2 feita pelo iFood preserve uma área equivalente a 125 campos de futebol. A iniciativa faz parte do iFood Regenera, programa de metas ambientais da empresa, anunciado em março de 2021, e que busca zerar a poluição plástica e neutralizar as emissões de CO2 das operações de delivery até 2025.

Em parceria com a startup ambiental brasileira Moss.Earth, o iFood realizou o inventário de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), somando todos os níveis de emissão, tanto os de responsabilidade direta quanto indireta da empresa. Sabendo quanto CO2 vai emitir no segundo semestre deste ano, o iFood promete investir com antecedência na compensação. Isso significa que todas as entregas de agora em diante, mesmo as realizadas por modais tradicionais, como motos a combustão, já estão compensadas.

*Credito da imagem de topo: audioundwerbung/iStock

Publicidade

Compartilhe