Gal Barradas é a nova sócia e COO da Spark

Buscar
Publicidade

Comunicação

Gal Barradas é a nova sócia e COO da Spark

Publicitária chega à agência com a missão de desenvolver e implementar estratégias e projetos de marketing de influência para as marcas

Isabella Lessa
9 de maio de 2022 - 6h00

Gal Barradas assume os cargos de chief operations officer da Spark e general director da unidade Lab. Ela também entra como sócia da operação ao lado de Rafael Coca, até então COO e que passa a chief strategic officer (CSO), Raphael Pinho, CEO, e Davi Goldwasser, chief growth officer e general director da unidade.

Da esq. para a dir.: Davi Goldwasser, Gal Barradas, Raphael Pinho e Rafael Coca (Crédito: Divulgação)

Nas atuais funções, Gal terá a missão de desenvolver e implementar estratégias e projetos de marketing de influência para as marcas, assim como construir novos pilares de produtos e serviços.

Nos últimos quatro anos, a publicitária se dedicou a empreender como brand builder e investidora anjo em startups com modelos ancorados em tecnologia, nas quais mantém sua posição como acionista e conselheira.

Coca, por sua vez, passa a comandar a construção da marca Spark por meio do desenvolvimento de novos modelos de negócio para a companhia, que no primeiro trimestre de 2022 cresceu 94% ante o mesmo período em 2021. Criada há um ano, a unidade Tech atualmente responde por 15% do faturamento da empresa e se dedica a representar e comercializar tecnologias voltadas ao marketing de influência e à creator economy.
Para Gal, o marketing de influência e todas as tecnologias e disciplinas ligadas ao segmento estão em um momento

de expansão, mas que o mercado brasileiro ainda tem muito a crescer. “Considero que está em estágio inicial, dado o potencial do mercado brasileiro e da própria disciplina. A curva de crescimento está no começo, mas é uma curva de tendência exponencial”, diz. “Como em todos os segmentos de mercado, a ciência dos dados e a ciência dos processos estão no centro da boa gestão e dos resultados. Todo mundo sabe disso, mas o desafio, como sempre, é implementar. Uma boa solução sem uma boa execução não constrói valor”, comenta

Publicidade

Compartilhe

Veja também