Cortes na Kraft Heinz já afetam o marketing

Buscar
Publicidade

Marketing

Cortes na Kraft Heinz já afetam o marketing

A quinta maior empresa de alimentos do mundo vive um processo de reestruturação e redução de gastos após fusão anunciada em março deste ano


23 de julho de 2015 - 8h02

Do Advertising Age

 

Os novos operadores da Kraft Heinz Co., conscientes em relação a gastos, começaram a fechar várias vagas de altos postos de marketing, menos de três semanas depois da fusão ter sido concluída, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

Até agora, os cortes incluem algumas posições do nível sênior, as quais têm entre as suas responsabilidades relacionamentos de marketing e agências. Entre os que estão deixando a agência estão Tom Bick, diretor integrado sênior de comunicações e propaganda do negócio da Oscar Mayer; e Kara Henry, diretora sênior de relacionamentos de marketing, comunicações e agências, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

Um porta-voz da Kfrat Heinz disse em um e-mail que eles “irão se recusar a comentar rumores e especulação”. Mas várias pessoas familiarizadas com a companhia confirmaram os cortes, que parecem estar em andamento. Bick e Henry não quiseram comentar.

Bick é tido em alta conta nos círculos de marketing, tendo liderados movimentos de propaganda inovadores para a Oscar Mayer, incluindo programas como o “Great American Bacon Barter”, no qual um comediante viajava através do pais sem um centavo, apenas com bacon para trocar por itens essenciais. Em 2014, o Ad Age nomeu Bick em sua lista de “Tops Marketers Digitais”, em reconhecimento das campanhas sob sua responsabilidade que tiveram repercussão nas mídias sociais. A campanha “Wake Up and Smell the Bacon” – o qual envolvia um aplicativo de despertador que reproduzia o cheiro do bacon – levou para casa um bronze na categoria de PR no Festival de Cannes deste ano.

A partida de Bick “será uma grande perda para a Kraft porque ele tem um olho fantástico para criatividade”, disse uma pessoa que trabalhou com ele. “Ele fez um ótimo trabalho e melhorou o retorno dos investimentos”.

As responsabilidades de Henry incluíam gerenciar os relacionamentos com as agências de publicidade. De acordo com a página dela no LinkedIn, ela tinha 25 anos de carreira na indústria do marketing é já foi diretora de atendimento na McGarryBowen, uma agência da Kraft Heinz.

A fusão do Kraft Foods Group. E da H.J. Heinz Co., que aconteceu em março deste ano, foi orquestrada pela Berkshire Hathaway da Warren Buffett e pela 3G capital, que tem fama de simplificar operações e cortar funcionários. Em 2013, a 3G se uniu a Berkshire Hathaway para adquirir a H.J. Heinz que, desde então, cortou 3,8 mil vagas. Os cortes ocorreram sob a administração do CEO Bernardo Hees, que agora é CEO da Kraft Heinz.

Os cortes em andamento são um sinal de que a Kraft heinz não está perdendo tempo para alcançar o objetivo de economizar US$1,5 bilhão em custos anuais até o fim de 2017. A Kraft Heinz anunciou anteriormente que não terá um diretor de marketing. Na Kraft, a função era exercida interinamente por Jane Hilk, que está deixando a companhia, de acordo com um anúncio feito anteriormente.

Cortes substanciais são prováveis nos próximos meses, enquanto a Kraft Heinz se prepara para se mudar de seus escritórios nos subúrbios de Chicago para um espaço menor no centro da cidade. Como Crain’s Chicago Business publicou na semana passada, a casa de operações da Krafts abriga 2,3 mil funcionários em 65 mil metros quadrados, enquanto o novo escritório não tem nem 16 mil metros quadrados. A companhia tem sede em Chicago e Pittsburgh, a cidade que abriga a Heinz há muito tempo.

 

Tradução: Odhara Caroline Rodrigues
 

wraps

Publicidade

Compartilhe