Mercado brasileiro atrai novas marcas de fast food

Buscar

Marketing

Publicidade

Mercado brasileiro atrai novas marcas de fast food

Crise diminui frequência de idas a restaurantes, mas não inibe a chegada de marcas como Wendy’s e Taco Bell ao mercado local e expansão de redes já presentes por aqui

Roseani Rocha
17 de agosto de 2016 - 9h00

Wendys(AN)_575

Marcel Gholmieh, CEO da Wendy’s (Crédito: Arthur Nobre)

Num movimento aparentemente contraditório aos dados de pesquisas de que com o aperto da crise as pessoas passaram a cortar as idas a bares e restaurantes, o mercado de food service brasileiro tem registrado a chegada de novas marcas e expansão de algumas redes que já atuavam no mercado local. Entre as chegadas mais recentes estão as norte-americanas Wendy’s (hamburgueria fast casual) e Taco Bell (de comida mexicana). A Bloomin’ Brands, dona do Outback, também trouxe recentemente a Mexcla, outra marca inspirada na culinária mexicana.

Wendys abriu duas lojas na Vila Olímpia, em São Paulo, e mudou os padrões da marca internacionalmente, ao investir em diferenciais como uso de pratos e copos de vidro e oferecer três opções de pães. O Taco Bell abrirá sua primeira loja em setembro, no Brascan Open Mall, também em São Paulo, e já tem 12 pontos contratados na cidade, incluindo nos shoppings Anália Franco, Interlagos e Center Norte. Depois da capital, o plano é ir para o interior paulista e, a partir de 2018, para outros estados, como Rio de Janeiro e Minas Gerais.

 

TacoBell_Japao_575

Lojas da Taco Bell no Brasil seguirão modelos utilizados na Espanha e no Japão (foto) – Crédito: Divulgação

João Baptista Silva Junior, coordenador do Comitê de Alimentação da Associação Brasileira de Franchising, atribui essa movimentação ao fato de que enquanto muitos restaurantes independentes sofrem a pressão da crise, pois não têm escala, as redes estrangeiras se aproveitam do cenário que faz surgir muitas oportunidades de pontos para instalação de suas marcas.  Já Eduardo Yamashita, membro do comitê de dados do Instituto de FoodService Brasil, ressaltou que em muitos casos, a redução de frequência foi compensada pelo aumento do ticket médio.

Mesmo redes conhecidas dos brasileiros estão investindo. A Bloomin Brands começou 2016 com 75 lojas Outback e terminará com 82, além disso trouxe a Abbracio, uma unidade da bandeira premium Fleming’s e, mais recentemente, a Mexcla. Mesmo a rede carioca Bob’s anunciou um plano de expansão para este ano com foco no interior: de 100 lojas inauguradas, 65 estarão fora das capitais, num investimento de R$ 80 milhões.

A íntegra desta entrevista está publicada na edição 1723, de 15 de agosto, exclusivamente para assinantes do Meio & Mensagem, disponível nas versões impressa e para tablets iOS e Android.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • João Baptista Silva Junior

  • Eduardo Yamashita

  • Bobs

  • Flemings

  • Bloomin' Brands

  • Outback

  • Taco Bell

  • Wendy's

  • Mexcla

  • Abbracio