Grupo Boticário pretende adquirir a Coty

Buscar

Marketing

Publicidade

Grupo Boticário pretende adquirir a Coty

Negócio ampliaria share na categoria de produtos para cabelos e no canal supermercados


14 de fevereiro de 2020 - 15h40

Kolestone, que tem Ivete como garota-propaganda, é uma das marcas de produtos para cabelo da Coty (Crédito: Reprodução)

Em entrevista ao Valor nesta semana, o presidente do Grupo Boticário Artur Grynbaum revelou que a companhia está interessada em adquirir a operação que a francesa Coty mantém no Brasil, envolvendo marcas como Wella, Koleston, Cenoura & Bronze, Risqué e Paixão, entre outras.

A medida atenderia uma opção estratégica de reforçar a empresa na categoria de cuidados para os cabelos – da qual o Brasil é um dos mercados mais fortes globalmente – e também de entrar no canal supermercado. Para a aquisição, o Grupo Boticário poderia tanto utilizar recursos próprios quanto captar no mercado.

Caso o negócio aconteça, a Coty passa a compor os negócios da Multi B, unidade do Grupo Boticário que distribui produtos em farmácias e perfumarias. A Coty foi colocada à venda em outubro de 2019. Quatro anos antes, havia adquirido a divisão de cosméticos da Hypermarcas por R$ 3,8 bilhões.

Enquanto a indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos cresceu ano passado 5%, segundo dados da Abihpec, o Grupo Boticário registrou crescimento de 9% em sua receita líquida, que foi a R$ 14,9 bilhões, isso sem considerar a aquisição do e-commerce Beleza na Web, autorizada pelo Cade somente em novembro do ano passado. Com este, a receita bruta do grupo vai a R$ 15,3 bilhões.

 

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Artur Grynbaum

  • Grupo Boticário

  • Coty

  • Beleza

  • aquisição

  • Higiene e beleza

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”