No e-commerce, 45% das lojas online não utilizam marketplaces

Buscar

Marketing

Publicidade

No e-commerce, 45% das lojas online não utilizam marketplaces

Falta de conhecimento ou recursos, conflito de modelo e canal e margem de vendas são principais motivos, aponta Enext, do Grupo WPP

Amanda Schnaider
23 de março de 2020 - 15h29

(Crédito: Tevarak/iStock)

Apesar do comércio eletrônico crescer exponencialmente e essa expansão ter sido impulsionada pelos marketplaces, 45% dos e-commerces ainda não utilizam a plataforma online para vendas, de acordo com o estudo “O comportamento da Indústria nos Marketplaces Online Brasileiros”, da Enext, empresa de soluções para negócios digitais do Grupo WPP. “O levantamento mostra que ainda há muito espaço para as empresas passarem a comercializar seus produtos através dessas plataformas e que a tendência, nos próximos cinco anos, é que este mercado cresça”, afirma Gabriel Lima, CEO da Enext.

Realizada entre 28 e 31 de janeiro, com 50 empresas de comércio eletrônico, a pesquisa também revela que dentre esses e-commerces que não vendem seus produtos por meio de marketplaces, 38,9% não o fazem por não ter conhecimento ou recursos disponíveis; 33,3% consideram o modelo irrelevante ao mercado, assim como consideram um problema de conflito de canal; e 22,5% não utilizam o recurso devido à margem de vendas. “O mercado ainda é carente não somente de instrução e conhecimento, como também de profissionais qualificados para entender e operar a dinâmica de venda e gestão dos marketplaces”, completa Gabriel.

**Crédito da imagem no topo: Grapestock/iStock

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Gabriel Lima

  • Grupo WPP

  • Enext

  • e-commerce

  • Comércio Online

  • marketplaces

  • lojas online

  • margem de vendas

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”