K10 aposta na união da bolsa com o futebol

Buscar

Marketing

Publicidade

K10 aposta na união da bolsa com o futebol

Plataforma de investimento em tokens de jogadores inicia operação no Brasil com meta de atingir 60 mil clientes até o final do ano

Henrique Cesar Mello
23 de julho de 2021 - 17h28

Aproveitando o momento de alta dos sites e plataformas de investimentos e o apelo que o futebol tem para os brasileiros, a K10, bolsa de investimentos em jogadores de futebol, entra em operação. A empresa, fundada pelos executivos Alex Bourgeois (CEO), Vinicius Cardoso (CPO) e Domingos Napolitano (CBDO), é um spin-off da sportech de inteligência de dados xG Football, que na América Latina trabalha com clubes como Milionários, da Colômbia, e o Bahia.

A princípio, os clientes podem investir em 20 jogadores, que já fazem parte do portfólio da empresa e têm, em média, 23 anos. A moeda de negociação é o Euro, pois é a principal no mundo do futebol, mas as aplicações podem ser feitas em real e, no futuro, poderá contar com aportes de criptomoedas.

A plataforma surge com o intuito de juntar os mundos do investimento e do futebol (Créditos: Divulgação)

A ideia da nova plataforma de investimentos é ser igual a compra e venda de ações, mas conectando com uma das maiores paixões dos brasileiros, podendo ganhar dinheiro. “Se você compra o Neymar por 10 reais, e encontra alguém que quer comprar ele por 20, você além de ter seu dinheiro de volta, lucra 10 reais”, diz Alex Bourgeois.

Para participar da K10, o usuário precisa fazer o cadastro, depositando o valor mínimo de R$ 20, que será creditado numa conta, vinculada ao Itaú, e poderá investir nos jogadores comprando tokens. A plataforma proprietária conta com blokchain privada e está hospedada nos EUA, na AWS (Amazon Web Services). Está disponível em versão web, e aplicativo para Android e iOS.

O objetivo da startup é alcançar 60 mil clientes até o final de 2021, esperando chegar até 200 mil investidores em 2022. Para isso, a empresa investiu mais de R$ 2 milhões no primeiro semestre. A intenção é se consolidar no mercado latino-americano, para depois expandir para a Europa.

A campanha de lançamento terá foco nas principais plataformas digitais, como Instagram e TikTok, contando com a participação de influenciadores para divulgar a marca. Criado pela agência Casa Darwin e executado pela agência Apis3, o trabalho de comunicação se baseia no conceito “A primeira e única bolsa de jogadores de futebol no mundo”. Entre os planos da empresa está realizar patrocínios a partir do ano que vem.

Publicidade

Compartilhe