Paywall é adotado por 41% dos jornais dos EUA

Buscar

Mídia

Publicidade

Paywall é adotado por 41% dos jornais dos EUA

Em dezembro, 75 publicações do MediaNews Group restringirão acesso a não-assinantes


20 de novembro de 2013 - 12h57

A partir de 2 de dezembro, quase todos os 75 jornais diários do grupo americano MediaNews irão aderir ao paywall. A mudança foi anunciada por John Paton, CEO do Digital First Media (DFM) que supervisiona a operação do grupo, em seu blog na segunda-feira 18.

O novo modelo irá permitir que assinantes tenham acesso a conteúdo digital ilimitado, enquanto não-assinantes ficam restritos a certa quantidade de artigos. Digital First Media gerencia publicações como The Oakland Press, The Macomb Daily e Royal Oak Daily Tribune.

Na visão do analista da Outsell e escritor Ken Doctor, a adoção do paywall pela DFM eleva para 41% o número de jornais americanos com acesso digital restrito. “Um número impressionante. Paywalls são parte essencial do novo modelo de notícia”, afirma.

O profissional relembra que a adesão do The New York Times ao sistema, que já havia sido aperfeiçoado pelo Financial Times, deu início ao processo de mudança. Atualmente 56% da receita do Times vem do leitor. Antes do modelo e da crise econômica, os anunciantes geravam 80% dos rendimentos, em média, aos jornais. Assinaturas não passavam de 30%.

Nos Estados Unidos, a renda de circulação cresceu 5% em 2012, motivo pelo qual os jornais mundo afora também começaram a adotar o modelo. No Brasil, grandes veículos como Folha de S.Paulo, Zero Hora, O Globo e Gazeta do Povo já adotaram o sistema.  

wraps

Publicidade

Compartilhe