YouTube destaca estratégia de projetos sazonais

Buscar
Publicidade

Mídia

YouTube destaca estratégia de projetos sazonais

Conteúdos voltados a verão, torneios esportivos e datas comemorativas têm cotas de patrocínio e devem gerar relatórios de insights para as marcas

Thaís Monteiro
22 de fevereiro de 2019 - 6h31

Em ação criada pelo YouTube, com patrocínio de Pantene e Sprite, 13 criadores de conteúdo têm publicado vídeos com a hashtag #ColabsDeVerão. A ação faz parte de um projeto que aproveita a estação para reunir influenciadores digitais em uma casa de praia para produzir 34 vídeos sobre variados assuntos, como moda, beleza, gastronomia, saúde e entretenimento e divulgar produtos que tenham relação com o verão. O conteúdo será publicado até 1 de março.

 

Parceria entre os canais Diva Depressão (esquerda) e Depois das Onze (direita) decorrido do projeto do Google (Crédito: Reprodução/Depois das Onze)

O Collabs de Verão é planejado há pelo menos um ano, diz Alessandra Gambuzzi, head de projetos de conteúdo do Google. Faz parte de um investimento cada vez maior do YouTube em projetos de conteúdo comerciais e sazonais, como é o caso da cobertura da Parada do Orgulho LGBTQIA+, que começou em 2018 e terá seguimento este ano, e o Futebol 2018, realizado pelo Desimpedidos e apoiados pelas marcas Bradesco, Guaraná Antárctica, Gatorade, Mercado Livre e Vivo.

Indício disso é o fato de que a plataforma irá criar, a partir deste ano, relatórios para agências e marcas com insights e dados sobre comportamento do consumidor para os pacotes de patrocínio. “Precisamos fazer com que os anunciantes entendam cada vez mais nossas plataformas e o público com o qual querem atingir. Assim, nos tornamos todos mais eficientes na comunicação que propomos entregar, aproximando os clientes de seus objetivos de negócio”, explica Cauã Taborda, gerente de comunicação do YouTube para América Latina.

Cauã acredita que parte da empreitada da plataforma para criar mais iniciativas como essas se deve à uma maturidade de todas as partes do projeto: do YouTube ao oferecer resultado mensurável, dos criadores de conteúdo ao zelar pela relação com o anunciante e a marca ao confiar na curadoria do YouTube e dar liberdade aos criadores. Para as próximas iniciativas, o executivo adianta que a interação entre criadores e marcas e o engajamento dos cotistas será ainda maior. “Antes de mais nada, entendemos o comportamento dos usuários das diversas plataformas e analisando se existe aderência com o mercado. Existem vários modelos de projetos e acredito que o mais importante seja fazer com que cada um deles tenha um propósito claro”, diz.

Para o conteúdo de verão, Alessandra e Danilo Ancete, especialista de projetos de conteúdo do Google, realizaram pesquisas sobre os temas mais buscados no YouTube pelos usuários durante a estação e influenciadores de perfis complementares. O resultado foi o time composto por Dani Noce (culinária e viagens), Maddu Magalhães (DIY), Alexandrismos (body positive), Dr. Lucas Fustinoni (saúde), Diva Depressão (moda e entretenimento), Thatá (relacionamentos), Pipocando (filmes e séries), Luci Gonçalves (feminismo), Muro Pequeno (LGBT), Flávia Calina (paternidade e educação) e Depois das Onze (humor).

“Buscamos uma diversidade muito grande de criadores muito diferentes e de background diferentes. A ideia era trazer diversidade e juntar criadores que não se conheciam. O que trouxe novidade para eles pois interagiram com outros tipos de assunto”, conta Danilo. O previsto é que o Collabs de Verão venha a acontecer todos os anos e Alessandra diz que os usuários pedem iniciativas semelhantes para o inverno.

O próximo projeto no calendário do YouTube é o Pride, que inclui a transmissão ao vivo da Parada e um trabalho investigativo a respeito do comportamento do universo LGBTQ+ nas plataformas do Google, com insights que serão levados ao mercado. Em 2019 também haverá mais criadores de conteúdo participando da cobertura — no ano passado eram quatro canais. Há duas cotas disponíveis para o Pride que ainda não foram preenchidas. Este ano, a Parada acontece em junho e homenageia os 50 anos dos protestos que tiveram como ponto de partida o bar Stonewall, em Nova York.

**Crédito da imagem no topo: Gonard Fluit/Unsplash

Publicidade

Compartilhe

Veja também