Dados são e serão protagonistas

Buscar

Opinião

Publicidade

Dados são e serão protagonistas

Por isso, é necessária a criação do backbone para explorar o crescimento do volume e também dos dispositivos inteligentes


14 de fevereiro de 2020 - 18h50

(Créditos: Peterhowell/iStock)

Foi dada a largada para mais uma década com a perspectiva de crescimento exponencial do volume de dados, por conta da expansão da tecnologia 5G, que impactará na evolução na adoção de sensores inteligentes (IoT), no amadurecimento da indústria 4.0, na robotização em larga escala, em ferramentas de inteligência artificial IA) e machine learning altamente refinadas, nos carros autônomos sendo comercializados em frota, no corpo humano sendo mapeado por um algoritmo quântico, além de outras tecnologias que surgirão ao longo do tempo.

O ponto é que os dados são e serão protagonistas, para que todas as atuais e futuras tecnologias funcionem dentro do seu potencial de uso.

Neste sentido, é cada vez mais necessário a criação da espinha dorsal ou backbone dos dados para explorar o futuro crescimento do volume de dados e também dos dispositivos inteligentes.

Com base no livro Designed for Digital, das autoras Jeanne Ross, Cynthia Beath e Martin Mocker, a estrutura deverá ter as seguintes características:

Backbone central: arquitetura padrão com interoperabilidade para eliminar qualquer barreira de integração com sistemas terceiros, assim como os serviços de nuvem (cloud-computing). Isso permitirá que a empresa possa tanto conectar com vários sistemas, quanto a portabilidade de sistemas com o menor impacto possível. O backbone também terá a função de repositório central dos dados (estruturados e não estruturados) como hub central dos dados.

Conectores: São API’s (Application Programming Interface) para facilitarem a troca de informações entre a empresa e seus parceiros de negocios.

Framework: Através de uma interface, será possível realizar a gestão dos dados, permissões e controles de acessos e configuração da política de segurança.

Insight Learning: Será uma área com todas as métricas (clientes, operação, logística, RH, etc.), que analisará os índices (KPI’s) e fará os ajustes na organização.

O novo relatório de 2020 da The Future Today Institute detalha os novos recursos que ganharão relevância num futuro próximo, e afirma que os dados serão fundamentais para o funcionamento pleno.

Destaco três item:

Real Time Context Machine Learning: Interação sobre assuntos com contexto + histórico, que permitam o sistema analisar as alternativas com base das informações atualizadas.

Synthetic Media*: As marcas poderão criar synthetic influencers para gerarem engajamento, esclarecerem dúvidas e tornarem-se um porta-voz digital.

Personality Recognition: Novos sistemas que permitirão o conhecimento refinado das características e comportamentos dos usuários para prever reações mais assertivas.

* Criação de um personagem através de algoritmos, com inteligência artificial e alto nível de sofisticação. Ex.: App Replika, Google Duplex.

Em suma, a importância de criar um backbone central de dados para captar, processar, analisar e gerar informações é crucial para que as empresas possam explorar as futuras oportunidades.

**Crédito da imagem no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Jeanne Ross

  • Cynthia Beath

  • Martin Mocker

  • the future today institute

  • replika

  • google duplex

  • tecnologia

  • inteligência artificial

  • dados

  • iot

  • informacoes

  • API

  • machine learning

  • 5g

  • backbone

  • designed for digital

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”