Intenção de compra cresce 32% na Black Friday 2023

Buscar

Intenção de compra cresce 32% na Black Friday 2023

Buscar
Publicidade

Marketing

Intenção de compra cresce 32% na Black Friday 2023

Estudo da MField ouviu 2.300 pessoas e traçou perfil de consumo dos brasileiros para a data


27 de setembro de 2023 - 6h00

Black Friday 2023

Moda e acessórios lideram intenção de compra na Black Friday 2023 (Crédito: Shutterstock)

Neste ano, a Black Friday será realizada na sexta-feira, 24 de novembro. Com a proximidade da data, a MField desenvolveu uma pesquisa com 2.300 participantes sobre a expectativa de compra durante o período e revelou um crescimento de 32,2% na população que pretende comprar na Black Friday 2023.

No ano passado, 43,4% compraram durante a data. Já neste ano, 75,6% pretendem fazer compras. Quando questionados sobre o canal escolhido para isso, 56,7% citaram lojas online; 18,6% lojas online e físicas e 3,9% exclusivamente em lojas físicas.

Apesar da alta intenção de compra, a situação financeira não é das melhores. 41,5% do público disse estar apertado – passando por um período difícil economicamente – mas ainda pretendem aproveitar as ofertas da Black Friday para economizar.

Perfil de consumo

Pensando nisso, os consumidores também estão pesquisando com antecedência. 32,8% começam a comparar preços um mês antes do evento; 27% o fazem durante a semana da Black Friday; e 25,1% pesquisam em cima da hora.

A pesquisa também está relacionada a uma desconfiança. 53,6% acreditam que os descontos da Black Friday não são verdadeiros e significativos. Os preços e promoções são também o fator principal na hora de decidir onde efetuar a compra (91,6%). Depois, aparecem frete grátis e prazo de entrega.

Intenção de compra

O setor campeão no interesse dos consumidores são os itens relacionados a moda e acessórios (39,3%), depois aparecem os eletrônicos (37,5%) e cosméticos (35,9%). Calçados (33,2%) e eletrodomésticos (31,5%).

Sobre ticket médio, 25% pretendem gastar entre R$ 151 e R$ 300. Já 24,2% vão limitar sua compra a até R$ 150. A principal forma de pagamento deve ser o cartão de crédito (76,9%), seguida pelo Pix (49,1%).

Quando questionados sobre o e-commerce favorito, os mais citados foram: Amazon (72,9%), Shopee (48,7%), Shein (45%), Magazine Luiza (42,1%) e Mercado Livre (40,5%).

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Novo contrato poderá render R$ 470 milhões até o final de 2027, o que representa o maior contrato de patrocínio da história do time

  • L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    Como esforço de marketing para construção de marca, o grupo L'Oréal tem reforçado seu interesse em pautas sobre diversidade, feminismo e gênero