Burger King pede trégua ao McDonald´s

Buscar

Burger King pede trégua ao McDonald´s

Buscar
Publicidade

Marketing

Burger King pede trégua ao McDonald´s

Para celebrar o Dia da Paz, em 21 de setembro, o Burger King propôs ao rival criar o McWhopper; em resposta o McDonald´s disse que ambos podem fazer algo maior

Fill out the form below to send a message:


26 de agosto de 2015 - 10h29

O Burger King sinalizou para um possível cessar-fogo com o McDonald´s. Em um anúncio de página inteira publicado na edição do The New York Times desta quarta-feira, a marca propôs ao seu maior rival a criação do McWhopper, combinação do Big Mac e do Whopper, os principais laches das duas redes. O objetivo é comemorar o Dia Internacional da Paz, em 21 de setembro.

A marca também desenvolveu um site explicando como funcionaria o projeto. A ideia é operar um restaurante por dia com funcionários das empresas para vender o McWhopper. As vendas seriam revertidas para a Peace One Day, organização que trabalha na conscientização do Dia Internacional da Paz, criado pela ONU, em 1981.

De acordo com Fernando Machado, vice-presidente Global da Burger King Corporation, a proposta foi pensada para chamar atenção sobre uma data importante: o Dia da Paz e também para o trabalho da ONG Peace One Day. "Estamos sendo totalmente transparentes na nossa abordagem, pois queremos que eles levem isso a sério. Seria maravilhoso se o McDonald’s concordasse em seguir com a proposta. Vamos fazer história e gerar conversas em torno do Dia da Paz. Caso eles digam ‘não’, nós esperamos ao menos colaborar para aumentar o apoio e conhecimento necessários para a nobre causa que é o Peace One Day. E sabemos que isso valerá o esforço”, diz Machado.

A resposta do McDonald´s

Via redes sociais o McDonald´s respondeu ao concorrente por meio de um texto assinado por Steve Easterbrook, CEO da rede: “Caro Burger King, inspiraçao para uma boa causa… ótima ideia. Nós adoramos a intençao, mas acreditamos que nossas duas marcas podem realizar algo maior para fazer a diferença."

O executivo se comprometeu a "criar conscientizaçao no mundo inteiro, talvez vocês se unam a nós em um esforço global significativo? E a cada dia, vamos deixar claro que entre nós há simplesmente uma competiçao de negócios amigável e certamente nao as circunstâncias inigualáveis de verdadeira dor e sofrimento da guerra." No final, Easterbrooko ironizou: "P.S. Um simples telefonema resolve da próxima vez.”

Provocações

Com frequência, o Burger King lança campanhas provocando seus rivais. Em julho, a marca descobriu cinco personagens com tatuagens do Big Mac e convenceu quatro delas a retocarem a tatuagem e transformá-la na imagem de um Big King, sanduíche de seu cliente Burger King.

O convite:

wrapswraps

A resposta: 

wraps

Como funcionaria: 


wrapswraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Cauã Reymond: “Nunca podemos parar de nos interessar pelo cliente”

    Cauã Reymond: “Nunca podemos parar de nos interessar pelo cliente”

    Ator e produtor divide perspectivas sobre investimentos nos projetos Aceleraí e Biosphere by C. Reymond e relacionamento com marcas

  • Morumbis: os bastidores da parceria entre São Paulo e Mondelez

    Morumbis: os bastidores da parceria entre São Paulo e Mondelez

    Anúncio do naming rights do estádio marca a entrada da empresa no futebol e planos de crescimento em comunicação e produção