Copa Feminina bate recorde de patrocínio

Buscar

Copa Feminina bate recorde de patrocínio

Buscar
Publicidade

Marketing

Copa Feminina bate recorde de patrocínio

Fifa comercializou todas as cotas e número de parceiros saltou de 14, na edição de 2019, na França, para 30, na Austrália e na Nova Zelândia


20 de julho de 2023 - 20h52

Copa feminina bate recorde de patrocínio

Hannah Wilkinson comemora gol da Nova Zelândia na abertura do mundial (crédito: reprodução)

A bola mal começou a rolar nos gramados da Oceania e a Copa do Mundo bateu um recorde. A Fifa vendeu todas as cotas de patrocínio e quebrou a marca da edição 2019, com crescimento de mais de 100%. O número de parceiros saltou de 14, na Copa da França, para 30, no torneio que está sendo realizado na Austrália e na Nova Zelândia.

Hublot, cronometrista oficial, e Itaú, banco oficial no Brasil, foram as duas últimas marcas a entrar para o time. Na quarta-feira, 19, a EstrelaBet, apoiadora regional no Brasil, e Booking.com, patrocinadora global da Copa do Mundo Feminina Fifa, haviam anunciado a assinatura de contrato.

A Fifa tem quatro níveis de parceiros. Adidas, Coca-Cola, Wanda Group, Hyundai/Kia e Qatar Airways são Fifa Partners. Visa e Xero são Women’s Football Partners. Booking.com, Budweiser, Cisco, Globant, McDonald’s, Mengniu, Team Global Express, Panini e Rexona são patrocinadores. Itaú, BMO, CMG, Claro, CommBank, EstrelaBet, Frito-Lay, Geico, Hublot, Inter Rapidíssimo, Optus, Jacob´s Creek, TAB e Yadea são apoiadores.

Copa do Mundo Feminina bate recordes dentro e fora dos estádios

Ainda em seus primeiros momentos, a Copa do Mundo já está quebrando marcas de edições anteriores. A Fifa comercializou mais de 1,3 milhão de ingressos para as 64 partidas. Assim, a edição na Oceania superou os números da Copa da França, em 2019.

Os jogos de abertura das anfitriãs nesta quinta-feira, 20, já deram um sinal do que será a Copa. As partidas entre Nova Zelândia e Noruega, e Austrália e República da Irlanda, receberam, respectivamente, 42 mil e 75 mil pessoas. Os números foram recorde de presença de público da modalidade nos estádios dos dois países.

Copa feminina bate recorde de patrocínio e público

Telão exibe público da partida entre Austrália e Irlanda, recorde da modalidade no país (crédito: reprodução)

Outra marca importante do torneio neste ano é a premiação. A Copa do Mundo distribuirá US$ 150 milhões para as participantes. Esse valor é três vezes maior do que o verificado na edição de 2019. No entanto, ainda está bem abaixo do valor oferecido na Copa do Qatar. Em 2022, a Fifa entregou US$ 440 milhões para as seleções masculinas.

“A Copa do Mundo Feminina da FIFA 2023 está programada para ser o maior evento feminino independente da história, e é realmente incrível ver nossos fantásticos parceiros e apoiadores se envolverem com o potencial deste evento único”, disse Romy Gai, Chief Business Officer da Fifa, em comunicado.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Betnacional assume naming rights da Série B do Campeonato Brasileiro

    Betnacional assume naming rights da Série B do Campeonato Brasileiro

    Segunda divisão do Campeonato brasileiro passa a se chamar Brasileirão Betnacional

  • Hinode forma dupla com Gusttavo Lima

    Hinode forma dupla com Gusttavo Lima

    Empresa de vendas diretas comercializará, a partir de 1º de maio, os perfumes e cosméticos da marca GL, do cantor e empresário