O que é marketing multinível – e exemplos de empresas que praticam

Buscar

O que é marketing multinível – e exemplos de empresas que praticam

Buscar
Publicidade

Marketing

O que é marketing multinível – e exemplos de empresas que praticam

Modalidade de negócios é baseada na comissão aos revendedores pelo incentivo à atração de novos colaboradores


20 de janeiro de 2023 - 17h00

o que é marketing multnivel

Imagem: Shutterstock

Entender o que é marketing multinível é simples: neste modelo de negócios os revendedores ganham comissões baseadas em suas próprias vendas e nas das pessoas que eles recrutaram

Ao recrutar outros integrantes, cria-se uma estrutura com várias camadas – daí o nome marketing multinível. 

O modelo, vale ressaltar, não é um esquema de pirâmide, mas sim uma estratégia de vendas capaz de trazer inúmeros benefícios para as empresas.

Segundo dados da ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas), já são mais de 4 milhões de empreendedores atuando neste segmento no Brasil. 

O que é marketing multinível?

O marketing multinível ou MMN, também conhecido como marketing de rede, é um modelo de negócios que recompensa vendedores por suas próprias vendas, bem como pelas vendas de outras pessoas por eles recrutadas. 

Para entender o marketing multinível com clareza é preciso ter em mente que essa é uma estrutura popularmente usada em vendas diretas. Apesar de oferecer bonificações pelo recrutamento de novos integrantes, o foco do marketing de rede não é recrutar, mas sim vender. 

Como funciona a estratégia de marketing multinível?

como funciona o marketing multinivel

Imagem: Pexels/Pixabay

A estratégia funciona recrutando contratantes independentes, que são incentivados a vender os produtos ou serviços de uma empresa. Esses profissionais, portanto, seriam os revendedores.

Os revendedores recebem comissões sempre que fazem uma venda, mas também podem ser remunerados quando alguém por eles indicado fecha um negócio. 

Ao entender o que é marketing multinível, as empresas têm maior clareza sobre o processo de recrutamento, que pode se espalhar em vários níveis, permitindo que cada pessoa envolvida obtenha uma receita contínua.

Isto cria uma rede de distribuidores que trabalham juntos para maximizar os lucros de todos os envolvidos. 

Ao mesmo tempo, os vendedores também estão construindo sua própria base de clientes que, dependendo do modelo MMN, ajudará a gerar faturamento para quem os recrutou. 

É essa estrutura compartilhada que forma o núcleo da maioria dos planos de marketing multinível. 

Marketing multinível é esquema de pirâmide? Quais as diferenças?

A estratégia de marketing de rede gera polêmicas pois muitos a relacionam ao esquema de pirâmide. Entretanto, trata-se de dois conceitos diferentes.

Antes de explicar as diferenças, vale destacar que o esquema de pirâmide é ilegal no Brasil e quem o pratica pode sofrer consequências judiciais, que vão desde multas até detenção, com penas que variam de seis meses a dois anos. 

A grande diferença entre os dois modelos é que, na pirâmide, não há a comercialização de produtos para consumidores. O lucro, portanto, só é obtido por meio do recrutamento de novos integrantes. Além disso, o esquema tem um prazo de validade.

O marketing multinível, por outro lado, tem como foco o lucro por meio das vendas e não a partir da entrada de novos integrantes. Ou seja, os revendedores conseguem um retorno financeiro mesmo sem recrutar outras pessoas.

A recompensa pelo recrutamento, neste caso, é apenas uma bonificação e não o único caminho para obter lucros. 

Para evitar que o contrário aconteça, muitas marcas definem um limite de ganhos por recrutamento.

Empresas que realizam a estratégia de marketing multinível são cadastradas na ABEVD. Essa é uma maneira de diferenciar uma operação legítima e segura de um esquema ilegal.

Quais as vantagens do marketing de rede?

Quando se entende o que é marketing multinível e suas diferenças em relação ao esquema de pirâmide financeira, o modelo de negócio dessa modalidade de vendas fica mais claro.

Uma das vantagens defendidas pelas empresas que adotam a estratégia é que qualquer pessoa pode se tornar um consultor ou revendedor de marcas que atuam no segmento.

Além disso, as empresas do ramo apontam outros benefícios dessa estratégia de vendas. Confira, a seguir, quais são eles:

Modelo escalável de retorno financeiro

Uma das vantagens do marketing multinível seria a de permitir aos distribuidores independentes alavancar suas redes para construir uma renda sem ter de confiar apenas em seus esforços de vendas

Ao recrutar novos integrantes, sob essa perspectiva, o vendedor forneceria a oportunidade desse novo distribuidor recrutar outras pessoas e, assim, criar sua própria rede.

Dessa maneira, as forças de venda se multiplicariam, propiciando a escalabilidade do negócio.”

Autonomia de trabalho

Vantagens do marketing multinivel

Imagem: Pexels/ andrea piacquadio

Outra vantagem trazida pelo modelo de venda direta seria uma maior liberdade para os distribuidores, que ficam responsáveis por gerenciar sua rotina.

Essa flexibilidade tem sido um desejo profissional de cada vez mais pessoas. Segundo pesquisa do Linkedin, divulgada por Meio & Mensagem, 78% dos brasileiros creem na necessidade de um trabalho flexível.

Apesar de ser um benefício, isso também exige disciplina e uma boa organização. Afinal, o faturamento será proporcional ao número de vendas e depende, portanto, da produtividade e dedicação do revendedor. 

Suporte de grandes empresas conhecidas

Entrar em um mercado de marketing multinível é bem diferente de abrir uma empresa do zero, uma vez que o revendedor conta com o suporte de marcas já consolidadas no segmento.

Nomes como Amway, Avon e Mary Kay, por exemplo, já são conhecidos e têm a confiança do público, o que, em tese, facilitaria a venda dos produtos. 

Além disso, empresas com uma solidez no mercado podem oferecer uma infraestrutura mais completa aos seus consultores.

Isso inclui itens de qualidade, treinamentos para capacitação e planos de comissão bem definidos, assim como confiabilidade, segurança e comprometimento com toda a rede de revendedores.

E quais as desvantagens?

Compreender o que é marketing multinível também é conhecer as possíveis desvantagens do modelo de negócio.

Retorno, muitas vezes, a longo prazo

Apesar de já contar com o reconhecimento da marca, o retorno financeiro pode chegar apenas a longo prazo.

Isso porque, além de conquistar pelo produto, o vendedor precisa ganhar a confiança dos clientes, especialmente para quem ainda não tem experiência nessa área. 

Essa lógica também se aplica à criação da própria rede de distribuidores, que é uma tarefa que demanda tempo, mesmo para vendedores com maior experiência.

Investimento inicial pode ter um custo alto

Em alguns casos, trabalhar com marketing multinível depende da compra de produtos para revenda, o que pode exigir um investimento inicial mais alto.

Os valores variam muito de uma empresa para outra, mas isso pode representar uma desvantagem, pois o retorno financeiro, muitas vezes, costuma ser de longo prazo. 

Contudo, existem marcas que trabalham com a venda por catálogos, como a Avon. Nesse modelo, não é necessário adquirir produtos para iniciar o trabalho e a comissão é dada pelos itens comercializados.

Isso tornaria o investimento inicial mais acessível e reduziria os riscos aos revendedores.

Dificuldade de atrair mais vendedores

Por causa da estrutura hierárquica, pode ser difícil recrutar novos distribuidores e fazer vendas em níveis mais altos na rede.

Além disso, a dificuldade em atrair novos vendedores estaria, muitas vezes, na confusão entre os conceitos de marketing de rede e o esquema de pirâmide. 

Para alterar essa percepção, seria preciso investir em explicação a respeito das diferenças entre essa modalidade e o esquema ilegal de pirâmide financeira.

Exemplos de empresas que praticam marketing multinível

exemplos de empresa que fazem marketing multinivel

Imagem: shutterstock

Confira os principais exemplos de marketing multinível do mercado a seguir. 

Hinode

Um dos exemplos de empresas que fazem uso da estratégia de marketing multinível é a Hinode, que atua com produtos de beleza e cuidados pessoais.

A empresa Hinode Group surgiu em 1988, fundada por Francisco e Adelaide Rodrigues, que passaram a tradição aos filhos e mantêm a administração familiar até hoje.

No Brasil, o grupo tem mais de 350 lojas abertas e cerca de 600 mil revendedores. Em 2021, a Hinode apresentou sua nova marca global ao mercado.

Mary Kay

Empresa voltada para a área de beleza, a Mary Kay é uma conhecida marca de maquiagens e outro exemplo de marketing multinível.

Fundada por uma mulher, Mary Kay Ash, a empresa surgiu em 1963 com uma aplicação de US$5 mil. Hoje, a marca está presente em mais de 40 países e é Top 5 global em vendas diretas.

Além das maquiagens, a empresa também vende cosméticos de cuidado para a pele e fragrâncias, todos voltados para o público feminino.

Herbalife

Com produtos voltados para a vida saudável, como shakes, suplementos e barras de proteína, a Herbalife é um dos exemplos mais conhecidos para ilustrar o marketing multinível na prática.

A empresa foi fundada na Califórnia, em 1980 e hoje já está presente em mais de 90 países ao redor do mundo. 

No Brasil, os produtos da Herbalife chegaram em 1995 e, desde então, a técnica de vendas da empresa também já foi confundida com o esquema de pirâmide.

Entretanto, a companhia sempre reforçou o seu trabalho de marketing multinível e vendas diretas, inclusive com cadastro na ABEVD para comprovar a legalidade de seus negócios.

Jequiti

Fundada pelo Grupo Silvio Santos, a Jequiti é uma marca de cosméticos que oferece um portfólio amplo de perfumes, maquiagem, produtos de cuidado diário e para cabelos, incluindo linhas infantil e bebê.

A empresa surgiu em 2006 com um modelo estruturado no marketing multinível, em que os consultores recebiam comissão pela indicação de novos colaboradores. 

Atualmente, já é possível se cadastrar para atuar como revendor da Jequiti diretamente pelo site da empresa, sem intermédio de outros consultores.

Entre as propostas da Jequiti, a possibilidade de participar de programas no SBT, como o popular Roda Roda Jequiti, e ganhar prêmios que chegam a R$1 milhão, atrai muitos clientes e consultores. 

Hoje, a empresa está presente em todo território brasileiro e já conta com mais de 260 mil consultoras pelo país.

Tupperware

A marca Tupperware, muito popular no Brasil, é parte da empresa Tupperware Brands Corporation, fundada em 1946.

Presente em mais de 70 países, a marca chegou em território brasileiro há quase 50 anos, em 1976, com foco em produtos para casa – os conhecidos potes de plástico herméticos para armazenar, congelar e servir alimentos.

Hoje, a Tupperware tem um portfólio com mais de 8.500 produtos e conta com mais de 2 milhões de consultores ao redor do mundo. 

O sucesso é tanto que a empresa tem uma fábrica no Rio de Janeiro para manter a produção fortalecida e atender à demanda no Brasil. 

Amway

Amway é a marca líder no segmento de marketing de rede no mundo, por isso, é um exemplo claro do que é marketing multinível e de como a estratégia funciona. 

Criada em 1959, a Amway faz parte do grupo Alticor e trabalha com produtos de nutrição, beleza, cuidados pessoais e artigos para casa, tendo desenvolvido marcas, conhecidas como a Nutrilite, a Artistry e a Essentials. 

Hoje, a empresa está presente em mais de 100 países e se destaca como um modelo bem sucedido de marketing multinível. Só no Brasil, já são mais de 200 mil empreendedores – ou Empresários Amway, como são chamados.

Assim como todas as empresas dessa lista, a Amway também está cadastrada na ABEVD.

Considerações sobre o marketing multinível

O marketing multinível tem vantagens e desvantagens, que devem ser consideradas ao decidir se ele é ou não o modelo de negócios mais adequado.

Ele pode fornecer um modelo adicional de fonte de renda com taxas de comissão generosas, mas também pode ser difícil penetrar na indústria e fazer vendas bem sucedidas.

Além disso, as empresas precisam ter em mente que o sucesso da estratégia MMN depende de sua capacidade de recrutar distribuidores e gerar vendas – afinal, isso acaba trazendo mais lucro. 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Hinode forma dupla com Gusttavo Lima

    Hinode forma dupla com Gusttavo Lima

    Empresa de vendas diretas comercializará, a partir de 1º de maio, os perfumes e cosméticos da marca GL, do cantor e empresário

  • Brasil se torna hub Latam da Henkell Freixenet

    Brasil se torna hub Latam da Henkell Freixenet

    Fabiano Ruiz, até então diretor executivo da companhia, é o novo vice-presidente da Henkell Freixenet Latam e CEO da Henkell Freixenet Brasil