Subway entra com pedido de recuperação judicial no Brasil

Buscar

Subway entra com pedido de recuperação judicial no Brasil

Buscar
Publicidade

Marketing

Subway entra com pedido de recuperação judicial no Brasil

Rede de lanchonetes é controlada pela Southrock, mesma companhia que perdeu a licença do Starbucks no País, no ano passado, e que já envia encaminho pedido de recuperação à justiça


13 de março de 2024 - 18h17

(Crédito: Divulgação)

Atualizada em 14/3, às 10h52

Nessa segunda-feira, 11, a rede de lanchonetes Subway encaminhou um pedido de recuperação judicial à Justiça de São Paulo.

De acordo com reportagem da Folha de São Paulo, a empresa teria acumulado uma dívida de R$ 482 milhões.
O pedido de recuperação judicial foi feito pela Southrock, controladora da marca no Brasil.

A Southrock, inclusive, está em processo de recuperação judicial desde o ano passado, após ter recebido uma notificação de rescisão da licença de uso da marca Starbucks no Brasil.

Na época, no entanto, a Southrock havia deixado a rede Subway de fora do processo de recuperação judicial. Porém, agora, segundo a reportagem da Folha, a proprietária da marca Subway nos Estados Unidos também enviou uma notificação à companhia, que acabou levando ao pedido de recuperação judicial.

A reportagem da Folha explica que, no pedido, a Southrock argumenta que um grupo de credores passou a exigir o pagamento imediato de alguns valores, algo inviável financeiramente para a empresa.

Em comunicado enviado à reportagem nesta quinta-feira, 14, a Southrock confirma o pedido de recuperação judicial e esclarece que sua atividade “não se confunde com aquela exercida pelos franqueados da marca”. Leia, abaixo:

A SouthRock esclarece que, nesta semana, deu início ao processo de Recuperação Judicial do grupo de CNPJs que até recentemente era responsável pela gestão das franquias Subway no Brasil, devido a, entre outras circunstâncias, o cancelamento da sua licença de operação.

Cabe esclarecer, ainda, que sua atividade enquanto gestora das franquias não se confunde com aquela exercida pelos franqueados da marca e operadores das lojas, não abrangidos pelo processo.

Southrock e operações no Brasil

Além de Subway e da Starbucks, a Southrock também é controladora das operações brasileiras das redes TGI Fridays e Eataly.

Com o pedido de recuperação judicial feito em dezembro, a marca tenta conseguir um prazo para efetivar os pagamentos aos credores e, também, negociar a operação das marcas com outros interessados.

Em fevereiro, a Zamp, proprietária da licença das redes Burger King e Popeyes no Brasil, confirmou que deu início a tratativas para avaliar a oportunidade de explorar a marca Starbucks no Brasil.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Ypê reforça atuação na categoria de cuidados pessoais

    Ypê reforça atuação na categoria de cuidados pessoais

    Com aumento de investimentos e portfólio de marcas, área de cuidados pessoais da Ypê se tornou uma unidade de negócio em 2023

  • Feriado holandês vira tema de ativação da Amstel em São Paulo

    Feriado holandês vira tema de ativação da Amstel em São Paulo

    Marca de cervejas homenageará o King's Day em ativações na balsa do Rio Pinheiros, em São Paulo, com acesso gratuito durante dois finais de semana