Mais do que causar boa impressão, queira se impressionar

Buscar
Publicidade

Opinião

Mais do que causar boa impressão, queira se impressionar

Conseguir se deslumbrar com as próprias capacidades nos motiva a construir novos caminhos e a encontrar novos sucessos

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


22 de janeiro de 2024 - 6h00

Faz já algum tempo que criei o hábito de entregar aos novos colaboradores do IAB Brasil um kit com algumas “cartas brancas”. A ideia era lembrá-los de que eles podem tomar algumas decisões rápidas sem precisar buscar confirmações. Foi assim que surgiram as cartas do autorrespeito e do “faça a coisa certa”, que reforçam a autonomia deles para exigir respeito e para respeitar o nosso código de ética.

Agora, ao começar este incerto 2024, percebi que era eu mesma quem precisava de uma nova carta. Ela reflete o que aprendi ao longo dos últimos meses e é bem direta. É a carta do ‘efeito uau’.

Sei que pode parecer esquisito que uma CEO precise entregar uma carta a si mesma, mas quem já esteve ou está em uma posição de liderança sabe que, muitas vezes, a motivação precisa vir da gente mesmo e, às vezes, dos erros do passado que queremos evitar. (Se for para errar, que seja com algo inédito, não é?)

Pois bem. Chegar até 2024 foi árduo. Vivemos uma sequência de crises e superamos um caminhão de imprevisibilidades. Aprendemos e lidamos com elas da melhor forma que pudemos e em tempo recorde. Só que nesse meio tempo, senti falta daquele quentinho que a gente sente no peito ao fazer algo inédito, novo e incrível. Senti falta de olhar o que estávamos fazendo e pensar: ‘uau’.

É por isso que neste ano quero trazer essa nova carta para o meu baralho pessoal, como um coringa capaz de me fazer buscar essa sensação, sempre que possível.

Claro que o que é ‘uau’ muda a cada ano e a cada contexto. Realizar um evento completamente virtual quando tivemos que nos distanciar foi, sim, uau. Estabelecer um canal de relacionamento com o governo para discutir a regulação da publicidade também tem sido uau. Da mesma forma, entender que o IAB Brasil é, de fato, um negócio de impacto, foi uma jornada com vários ‘uaus’.

Agora, quero manter o compromisso de procurar essa sensação, esse fervilhar do estômago que surge quando fazemos algo inédito e impressionante. E isso pode acontecer tanto ao fazer algo incrível quanto ao chegar a uma conclusão capaz de mudar a forma como lidamos com as coisas. Ao menos, foi assim que me senti ao compreender que a publicidade digital e a tecnologia serão mesmo criticadas. Afinal, tudo o que é novo traz riscos, e será preciso estar pronto para ouvir as críticas para conseguir tomar atitudes capazes de desenvolver o setor como um todo. Uau, não é?

Com essa carta em mãos, quero me lembrar de voltar a me encantar com a nossa capacidade de criar coisas incríveis e conquistar resultados positivos por meio de negócios de impacto.

Seja com o chapéu da Cris ou da CEO do IAB Brasil, meus valores estão sempre comigo onde quer que eu vá e acredito que essa constância faz a diferença. Quero levar essa busca pelo ‘uau’ comigo porque sei que a emoção de satisfação é um importante motivador para seguir adiante.

E eu sei que vamos precisar de motivação porque ainda há muito para pavimentar nas estradas da comunicação digital! Sinto que quem encontrar uma solução nova, que nos faça dizer ‘uau’, vai rapidamente encontrar espaço e aderência. E organizações maduras e bem estruturadas como o IAB Brasil estarão preparadas para colaborar na construção de caminhos novos para o nosso setor, porque saberemos estar atentos às coisas capazes de nos impressionar.

Quem sabe você também quer colocar essa busca pelo efeito ‘uau’ no seu radar? Se sim, iremos juntos. Que venha o novo ano!

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Equativ e Retargetly formam aliança estratégica

    Equativ e Retargetly formam aliança estratégica

    Anunciantes que usam a plataforma da Equativ terão acesso aos dados de mais de 380 milhões consumidores na AL

  • Singularity University apresenta 24 tendências de tecnologia

    Singularity University apresenta 24 tendências de tecnologia

    Levantamento foi realizado em parceria com o Learning Village, do Grupo HSM