Os estreantes do Cannes Lions: Cesar Toledo

Buscar

Comunicação

Publicidade

Os estreantes do Cannes Lions: Cesar Toledo

Meio & Mensagem mostra as impressões dos brasileiros que, pela primeira vez, irão julgar os trabalhos no Festival; VP de Mídia da Tribal Worldwide participa do júri de Media

Bárbara Sacchitiello
24 de maio de 2018 - 14h01

Cesar Toledo participará pela primeira vez de um júri internacional (Crédito: Divulgação)

 

Desde quando soube que tinha sido escolhido para compor o júri de Media, Cesar Toledo, vice-presidente de Media da Tribal Worldwide, começou a ver mais notificações na tela de seu celular. “Contato com os membros do júri é o que não falta. Já temos grupos de e-mail, de WhatsApp e até grupos de Facebook”, comenta o profissional. A constatação, no entanto, está longe de ser uma reclamação. “O clima é muito bom, todos estão trocando ideias e dicas”, ressalta.

Esse clima pré-evento está animando o vice-presidente de mídia da agência, que pela primeira vez participará de um júri internacional. A surpresa foi tanta que Toledo precisou ser convencido pelos colegas de trabalho de que seu nome estava mesmo na lista dos profissionais responsáveis por avaliar as peças de Media. “Quando me contaram, não acreditei. Meus colegas de agências reforçaram que era verdade e me mandaram um link com o anúncio dos jurados de 2018. Foi engraçado”, recorda.

Para Toledo, a oportunidade de avaliar a qualidade dos trabalhos da disciplina na qual atua diariamente fará seu reportório crescer e o tornará um profissional mais preparado tanto para a Tribal como para se relacionar com os clientes da agência. “A área de mídia é completamente diferente do que era há 5 anos. Ter noção de que existe um novo consumidor e novas tecnologias para encontrar essa pessoa, no exato momento de compra, fará muita diferença para as marcas”, opina.

O profissional já está tendo a oportunidade de ver como agências e anunciantes de todas as partes do mundo estão usando a mídia a favor da mensagem publicitária. O julgamento online de sua categoria já começou e, segundo ele, volume de cases é o que não falta. “São muitas peças, muitas mesmo! São trabalhos do mundo todo, cada um com sua grandiosidade, mas percebo que nem todos tem a grande sacada de mídia e esse é o principal trabalho antes do evento: separar os melhores projetos para serem debatidos em Cannes”, comenta Toledo.

Essa grande quantidade de peças para avaliar antes de embarcar para o Festival tem alterado a rotina do profissional, que desenvolveu uma técnica para dar conta dos afazeres diários e, também, cumprir as obrigações como jurado. “O grande segredo é não deixar acumular, pois a cada semana, só piora”, brinca, sem duvidar que todo o trabalho resultará em uma experiência valiosa. “Olhei meu grupo de júri e serão mais de 35 profissionais do mundo todo, com histórias, lugares e empresas diferentes. Tenho certeza de que voltarei com uma bagagem muito maior da que tenho hoje, com nova visão de plataformas, criatividade, tecnologias e mídias”, aposta.

Leia também outros perfis da série “Os estreantes do Cannes Lions”:
Kito Siqueira
Patricia Bartuira
Paulo Coelho

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • jurados

  • prêmios

  • Cannes Lions

  • media

  • Cesar Toledo

  • Tribal Worldwide

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”