Você sabe quando é o Dia do Publicitário?

Buscar

Opinião

Publicidade

Você sabe quando é o Dia do Publicitário?

Celebrada em 1º de fevereiro, data não tem o mesmo destaque do Dia da Propaganda. Por quê?


1 de fevereiro de 2017 - 8h46

Desconfio que mesmo sendo publicitário, você nunca soube disso 1º de fevereiro é o Dia do Publicitário. Eu também não sabia até duas semanas atrás. O mercado costuma comemorar o dia 4 de dezembro, que é o Dia da Propaganda. Porque será que não comemoramos o Dia do Publicitário e sim o Dia da Propaganda? Desculpem, mas os mais velhos voltam a ter os hábitos das crianças, perguntamos: por quê?

Não é uma boa pergunta? Por que nossa identidade fica para segundo plano e o produto dela é que é comemorado? Ouso dizer que é porque na nossa área somos o mercado. Existe pouco espaço para nossas individualidades. A não ser para os muito famosos. Mas a publicidade está espalhada em vários cantinhos do nosso país continente. “Afinamos silêncios”, como fala um personagem do Mia Couto, escritor moçambicano, no livro Antes de nascer o mundo.

Falamos muito, mas do nosso trabalho, do nosso sucesso, das nossas empresas. Não nos metemos nos caminhos que o mercado possa tomar, que possa ser diferente do que faz e sempre se fez. Não estou falando de novas mídias, mas da filosofia do nosso fazer. Raramente criticamos ou temos debates de ideias. Parece que abdicamos dos caminhos que nossa profissão pode ter, não há sequer uma lista de escolhas possíveis. Não temos causas.

Nenhum produto ou serviço existiria sem ser uma marca que para tal passou pela mão, mente e coração de algum publicitário. Me pediram outro dia um texto que falasse, com igual importância, do bom de ser publicitário e do mau. Eu não consegui lembrar de nenhum. Não conversamos sobre nossas qualidades ou mazelas, só pelos cantos e sabendo bem com quem falamos. Não temos fóruns ou congressos como em outras profissões. Temos festas e premiações. Lugar onde dançam nossos egos, mas não nosso ser. E muitos são lindos: escritores, artistas, mulheres cheias de garra e capacidades, músicos, cineastas. Emprestam sua criatividade para produtos e serviços que muitas vezes nem merecer merecem.

Publicitários têm um enorme poder, mas por alguma razão não se dão conta disso. Os clientes tem o poder econômico. Dependemos deles para que nosso trabalho ganhe corpo. Precisamos muitas vezes de coragem para lutar por nossas crias. Os relacionamentos dentro das agências são, ao mesmo tempo, divertidos, descontraídos, alegres e irreverentes, mas cercados de egos e perigos.

Uma profissão que tem o poder de falar com muitos. Que exige criatividade, que nos leva a viver perto de inovações de toda espécie. Todos são criativos, em todas as áreas, do planejamento à mídia. Diria mesmo uma profissão fascinante! Os consumidores estão morrendo e os interlocutores estão esperando que a comunicação acompanhe o momento na busca de ética e transparência. A tecnologia não permite ficar sem resposta imediata por cada ato ou fato. As marcas que não perceberem que estão vendendo valores enquanto vendem seus produtos e serviços não estarão por aqui quando o terremoto passar.

Quero hoje homenagear os publicitários, meus colegas. Aqueles, e não citarei nomes, que de forma criativa, brilhante, têm abandonado os preconceitos, desistido das velhas piadas e estilos, e estão sendo capazes de perceber os desafios de uma sociedade que, decididamente, não educa, não investe em ter melhores seres humanos. Que percebem as oportunidades perdidas. Aos publicitários que conseguem juntar os fios e ter uma visão sistêmica de nossos problemas sociais.

Quero homenagear os publicitários que revelam novas formas de vender cervejas, que descobriram a diversidade, que sabem que 50% da nossa população é negra, que é absurda a guerra de gêneros. Do publicitário, que sendo pai, entendeu o que é fazer propaganda para criança e com criança. Aqueles que valorizam a tarefa das nossas famílias de educar e percebem que, conscientes ou não, nós publicitários estamos educando.

A vocês toda força! A comunicação é sim uma ferramenta para transformação e, quando conseguimos de forma criativa e inovadora estar ao lado de uma melhor humanidade, o prêmio é alto! Comemorem, tenham um lindo dia do Publicitário!

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”