Brandia mira IPOs de empresas no Brasil

Buscar

Brandia mira IPOs de empresas no Brasil

Buscar
Publicidade

Comunicação

Brandia mira IPOs de empresas no Brasil

Consultoria Help, de Luís Grottera, passa a operar como filial da portuguesa e foca empresas que preparam abertura de capitall


12 de abril de 2011 - 6h59

A consultoria portuguesa Brandia Central oficializou nesta terça-feira, dia 12, a incorporação da Help, de Luís Grottera, que passará a operar como filial brasileira. Grottera, que será sócio e CEO da operação brasileira, afirma que a grande aposta do novo empreendimento está na oferta limitada de serviços especializados em branding no mercado brasileiro.

Miguel Magalhães dos Santos, vice-presidente internacional da Brandia, diz que a expansão para outros mercados é um passo natural para o grupo em função do porte pequeno do mercado luso, cuja população é de apenas 10 milhões. Com filiais em Madrid e Luanda, o próximo alvo do grupo será abrir um escritório em Moscou. A matriz em Lisboa, que tem 25 anos de atuação, conta com 250 funcionários e atende Nokia, Vodaphone, Kia Motors, TAP e diversas instituições financeiras, segmento visto como o mais rentável em serviços de branding.

Estabelecida entre as três maiores empresas portuguesas do setor e entre as Top 10 da Europa, a Brandia oferecerá ao mercado brasileiro a metodologia de trabalho batizada de Elevation System, desenvolvida pela experiência acumulada nos mercados em que já atua, sempre colocando a criação e a gestão de marcas em uma perspectiva holística e integrada. Grottera explica que o serviço que será oferecido terá como principal alvo empresas que se preparam para abrir o capital. “O trabalho de branding normalmente começa três a quatro anos antes da execução das IPOs”, explica. Para ele, O Brasil se tornou um dos mercados mais atrativos do mundo, vivenciando um processo de aquisições e transformações. ”A entrada no Brasil era um caminho que desejávamos há muitos anos. Agora encontramos o parceiro ideal para iniciarmos essa jornada”, disse Miguel Santos. Seis projetos já estariam sendo elaborados com potenciais clientes.

A filial brasileira servirá como uma ponta de lança para a atuação da Brandia na América Latina. “A prioridade, porém, será nos estabelecermos no Brasil”, pondera Santos. A participação em concorrências é um desafio encarado com confiança pelos portugueses. Entre as vitórias mais expressivas está a da criação da logomarca da Eurocopa de 2012, batendo três agências inglesas na rodada final. Antes haviam criado as mesmas propriedades para a Euro disputada em Portugal em 2004. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Agências se unem para criação de hub voltado a PR

    Agências se unem para criação de hub voltado a PR

    BigBang.com se apresentará ao mercado com 300 profissionais e R$ 70 milhões de faturamento

  • Campanhas da Semana: mensagens de alerta em prol do meio-ambiente

    Campanhas da Semana: mensagens de alerta em prol do meio-ambiente

    Sea Shepherd Brasil traz mensagens de peixes sobre aquecimento global e Puma se une com Palmeiras para fazer alerta sobre crise climática