Com joint venture, Ogilvy aprofunda entrega de IA

Buscar

Com joint venture, Ogilvy aprofunda entrega de IA

Buscar
Publicidade

Comunicação

Com joint venture, Ogilvy aprofunda entrega de IA

Por meio de seu Cognitive Studios, agência faz joint venture com a Nexo para oferecer mais soluções de inteligência artificial às marcas


24 de abril de 2018 - 7h00

Luiz Carvalho, Diego Figueiredo, da Nexo, e Fernando Musa, da Ogilvy, anunciam joint venture para potencializar entregas de IA (Crédito: Divulgação)

O Cognitive Studios, da Ogilvy Brasil, anuncia joint venture com a Nexo, consultoria de inovação e tecnologia dos sócios Diego Figueiredo e Luiz Carvalho. A parceria tem o intuito de aprofundar as entregas de inteligência artificial aos clientes, afirma Fernando Musa, presidente do Grupo Ogilvy. “Não podemos ficar falando sobre o assunto se não estivermos fazendo”, comenta.

A ideia, segundo ele, é trazer a IA no cotidiano das agências do grupo e de seus clientes, não somente para resolver a parte criativa, mas os mais diversos problemas que o anunciante possa vir a ter.

 

A Nexo surgiu como desenvolvedora de soluções cognitivas – além de IA, trabalha com blockchain, machine e deep learning, e internet das coisas – para transformar o negócio das empresas. Ao notarem que parte do mercado ainda precisava ser guiada para aplicar a inovação no dia a dia dos negócios, a empresa passou a atuar também como consultoria, serviço que hoje representa 20% do faturamento.

Para Figueiredo, o acordo com a Ogilvy permite colocar em prática todas as possibilidades oferecidas pela IA no mercado publicitário. Em um primeiro momento, a meta é alavancar o desempenho do Cognitive Studio e entender onde estão as oportunidades de utilização das tecnologias de forma mais inteligente para cada marca. Hoje a Nexo atende clientes como Volkswagen, Whirlpool, e o Tribunal de Justiça de São Paulo.

A Jüssi, do Grupo Ogilvy, já havia trabalhado com a Nexo em um projeto para a Brastemp. E, antes de formalizar a parceria, Nexo e Ogilvy se juntaram para a realização de “Ricky Brasil”, campanha da Forbes para conscientizar brasileiros sobre o problema da corrupção no País. Lançado em abril, o projeto personificou a corrupção brasileira após ampla pesquisa com entrevistas e depoimentos de alguns dos principais condenados nas operações Mensalão e Lava Jato, além do uso de machine learning para definir traços físicos. O resultado foi o personagem Sr. Rico Brasil.

Em fase beta, a unidade está testando uma ferramenta que vai ajudar as marcas a mapear micro influenciadores. Musa conta que, em um primeiro momento, a prioridade é trabalhar com clientes do Grupo Ogilvy e, mais tarde, expandir para agências do WPP. “A ideia é realmente experimentar mais e levar coisas diferentes. A mistura de tecnologia de dados e criatividade é imbatível. Precisamos ter mais gente versada na tecnologia”, diz.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Campanhas da Semana: da TV ao cinema

    Campanhas da Semana: da TV ao cinema

    Warner Bros traz Nina Baiocchi e Toninho Tornado para promover a estreia de Twisters e Nubank convida Ana Maria Braga para ser herdeira da Casa do Dragão

  • Patrocinadora do COB, XP destaca elite do esporte brasileiro

    Patrocinadora do COB, XP destaca elite do esporte brasileiro

    Campanha reforça compromisso da marca em investir nos atletas e traz Alisson dos Santos, Rafaela Silva, Stephanie Balduccine como protagonistas