Campanha da F/Nazca para o Corinthians evoca religião

Buscar

Comunicação

Publicidade

Campanha da F/Nazca para o Corinthians evoca religião

"Corinthianismo" estreia com produção da Stink e reforça fé e paixão do torcedor pelo time

Teresa Levin
19 de fevereiro de 2019 - 6h00

Ação ressalta valores da torcida corintiana e mira no público jovem (Crédito: Divulgação)

Dez mandamentos cravados em pedra instalada no estádio, santinhos entregues para torcida, terço próprio, filme e documentário que renovam os votos de fé do corintiano. Estas são apenas parte das ações criadas pela F/Nazca S&S para a nova campanha do Corinthians, “Corinthianismo – Fiel até o fim”. Com cuidados como o uso de personagens reais para o comercial produzido pela Stink, os quais também estrelam o documentário do time, a ação tem em vista o público jovem e, para conquistá-lo, aposta em valores que classifica como o DNA da torcida coritiana, a Fiel, como sua fidelidade e devoção. Para isso trabalha o conceito: “corintiano, maloqueiro e sofredor: graças a Deus!”.

“A forma encontrada pela agência para provocar a nossa torcida acerca do significado de ser corintiano em 2019, depois de tantas conquistas, é poética. Todo corintiano vai deixar escapar uma lágrima diante do retrato de dor e glória, branco e preto, e essa dicotomia permanente que é a essência da experiência da Fiel e está muito presente em toda campanha”, comentou Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do time alvinegro, em um comunicado.

O filme da campanha estreou durante o programa Bem Amigos, do SporTV, na noite de segunda-feira, 18. Ela conta ainda com um site mobile com uma vela que o torcedor pode acender para mandar sua energia positiva; um confessionário digital, no qual ele pode revelar o que já fez pelo time em texto, áudio ou vídeo, além de um livro com a doutrina e história do “corinthianismo” (milagres, peregrinações e até cânticos). Acompanhando as iniciativas da campanha, o ano da fundação do clube passa a ditar a hora da torcida: 19h10. Todos os dias, neste horário, o “corinthianismo” será celebrado com conteúdos nas redes sociais como os mandamentos lidos por um “mensageiro de Deus” e corintianos famosos orando o “Corinthians Nosso”, entre outras iniciativas.

A ideia da  ação de comunicação é mostrar que o corintiano, muito além de títulos, conquistas e craques, carrega também a importância do sofrimento para a redenção com dois mundiais e a lembrança dos tempos de maloqueiros sem a “casa própria” até a obtenção do estádio de Itaquera, entre outros valores. “Nosso objetivo é que o torcedor nunca perca sua essência. Lembrar que o clube ficou 23 anos na fila e que com muito sacrifício e fé passou a conquistar títulos todo ano. Libertadores, Mundial, Ronaldo, melhor arena da América Latina, é claro que a gente quer ter tudo isso e muito mais. Mas, principalmente, queremos tudo isso com aquela torcida, aquele sentimento do começo da nossa história. O que nos une é o sofrimento na vitória ou na derrota”, observou Caio Campos, superintendente de marketing do time, no mesmo texto.

Confira abaixo o filme da campanha:

*Crédito da foto no topo: Mike Fallarme/Pexels

Publicidade

Compartilhe