Pessimismo para 2019 continua no mercado de agências

Buscar

Comunicação

Publicidade

Pessimismo para 2019 continua no mercado de agências

Dados levantados pela Federação Nacional de Agências de Propaganda (Fenapro) na pesquisa Van Pro apontam um ano dado como perdido

Teresa Levin
16 de outubro de 2019 - 16h42

Em estudo, Fenapro vê pessimismo no mercado (Crédito: reprodução)

Em mais uma edição da pesquisa Visão de Ambiente de Negócios em Agências de Propaganda, a Van Pro, a Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro) encontrou um olhar pessimista do mercado de agências de propaganda em relação ao ano de 2019. O estudo ouviu 173 agências de todas as regiões do país para avaliar a expectativa em relação ao terceiro trimestre do ano. Desde o início de 2017, a Fenapro começou a coletar dados de empresários de agências de propaganda de todo o Brasil, visando acompanhar trimestralmente o clima para o desenvolvimento de negócios e as expectativas do setor ao longo do ano.

Houve uma frustração em relação à performance do trimestre, embora 42% dos respondentes tenham dito que ele foi melhor que o esperado. O dado aponta uma queda de uma visão positiva pois, em julho, 50% dos entrevistados tinham uma expectativa otimista para os três meses que viriam.  Dos entrevistados pela Fenapro, 23% consideraram o trimestre pior e 35% igual ao esperado.

Em relação a expectativa para o quarto trimestre, 45% das agências ouvidas acreditam que ele será melhor. Aqui, registra-se mais uma queda na expectativa pois, antes, este número era de 53%. Mas, somando-se os números das agências que acham que o período a frente  será melhor com as que apostam que será igual, chega-se a uma leve  melhora, já que este índice é de 85% agora, contra 83% do último estudo. Apenas 15% acreditam que o resultado dos três últimos meses do ano será pior.

“Assim como os demais setores da economia, as agências de propaganda retratam um movimento morno nos negócios relacionados à comunicação. O ano de 2019 é dado como perdido e as atenções se voltam agora para um 2020 mais favorável”, afirmou Glaucio Binder, presidente da Fenapro, em um comunicado.

Ele faz esta afirmação com base nos dados levantados para o ano no Van Pro. Agora, 44% acreditam que o resultado de 2019 será melhor que 2018; antes, este número era de 53%. Dos executivos ouvidos, 43% acreditam que será igual, contra 33% da última pesquisa, e 13% veem um ano com um desempenho pior que o ano passado; em julho, 14% acreditavam em resultados mais negativos.

O estudo levanta ainda o quadro de concorrências realizadas no mercado. Desta vez, 36% disseram que viram um aumento em relação ao trimestre anterior; 44% disseram que este número se manteve, e 20% enxergaram uma diminuição. Ao contrário de edições anteriores, a área pública aparece como o setor mais promissor, passando a frente de Serviços e Comércio, que ficaram com a segunda e terceira posições nesta edição do Van Pro.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Gláucio Binder

  • Fenapro

  • Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro)

  • Van Pro

  • Agencias

  • mercadoautomotivo

  • resultados

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”