Cannes cria espaço para divulgar cases durante a Covid-19

Buscar

Comunicação

Publicidade

Cannes cria espaço para divulgar cases durante a Covid-19

Em carta aberta, Simon Cook, managing director do festival, afirma que é o momento de lembrar do que a criatividade é capaz de fazer

Isabella Lessa
30 de março de 2020 - 14h54

Simon Cook: managing director do Cannes Lions: “em um mundo cada vez mais dividido, é importante lembrar que estamos no nosso melhor quando juntos, colaborando e compartilhando” (Crédito: Divulgação)

Nesta segunda-feira, 30, Simon Cook, managing director do Festival Internacional de Criatividade de Cannes, divulgou uma carta aberta intitulada “Creativity moves us forward” (a criatividade nos leva adiante, em tradução livre).

Nela, o executivo anuncia a abertura de um espaço no site oficial do evento dedicada ao compartilhamento de cases e histórias criativas que surgiram durante a crise provocada pela Covid-19. “Seja você uma marca que está desenvolvendo higienizadores para as mãos, uma plataforma oferecendo conteúdo sobre saúde mental ou uma companhia ‘construindo avião em pleno voo’ para se adaptar às mudanças do mundo, a comunidade criativa quer ouvir seus insights e realizações”.

Cook também revela que o festival irá compartilhar alguns painéis memoráveis apresentados no festival, além de relembrar trabalhos que ganharam Leões com o intuito de inspirar o mercado em um período em que, segundo ele, embora muitas coisas não possam ser feitas, não se pode esquecer o que a criatividade pode fazer.

Ele também escreveu que, nas últimas semanas, a organização do Cannes Lions – que foi adiado com possibilidade de ocorrer em outubro – conversou com muitos profissionais da indústria, que compartilharam exemplos de invenção, colaboração e compaixão. “Histórias sobre como a criatividade agora está trabalhando noite adentro para responder a rápidas mudanças no comportamento do consumidor, a circunstâncias sob constante evolução e períodos estendidos de isolamento e, também, para criar mudanças positivas”.

*Crédito da imagem no topo: Celina Filgueiras

Publicidade

Compartilhe