Healthtech Alice apresenta primeira campanha

Buscar

Comunicação

Publicidade

Healthtech Alice apresenta primeira campanha

Há dois meses no mercado, plano de saúde apresenta sua proposta com um desafio à cantora Bruna Caram; campanha tem criação da AKQA


31 de agosto de 2020 - 16h54

Para divulgar a chegada da healthtech Alice ao mercado, Bruna Caram gravou a canção Voo enquanto corria (Crédito: Divulgação)

A proposta de Alice, healthtech que chegou ao mercado há dois meses, é a oferta de um plano de saúde que ajude as pessoas a alcançarem seus objetivos pessoais. Para divulgar seu modelo de negócios, a empresa acaba de lançar sua primeira de comunicação, criada pela AKQA e que convidou a cantora e compositora Bruna Caram a realizar um desafio pessoal: cantar uma música correndo.

A artista contou com a ajuda de Alice para se preparar física e emocionalmente com o intuito de conseguir cantar Voo, música recém composta por ela, fazendo o esporte. A equipe de saúde da operação, composta por médica, enfermeira, preparador físico e nutricionista, acompanhou Bruna durante o preparo para o desafio.

“O convite veio em um momento especial e combinou com o meu desejo de deixar medos e inseguranças para trás neste momento tão delicado que estamos vivendo. Cantar correndo funcionou como um grito de libertação depois de passar tanto tempo em isolamento”, afirma a cantora, em nota.

Tanto a letra quanto a melodia de Voo se relacionam com o atual contexto cotidiano. A construção dos beats foi feita a partir da técnica de som binaural, capaz de melhorar o bem estar e a confiança de quem escuta (a recomendação é a de escutar com fone de ouvido para aproveitar melhor a experiência).

O resultado de todo o processo, da preparação até o lançamento da música, pode ser conferida nos perfis de Instagram de Alice (@deve.ser.alice) e da Bruna (@brunacaram).

A diretora de marketing de Alice, Roberta Savattero, conta que Bruna passou por um momento de reflexão e autodescobrimento com a chegada do seu primeiro filho e, durante esse período de isolamento, fez desabafos sobre suas tormentas pessoais e começou a reinventar. “No nosso primeiro papo, entendemos que acompanhá-la seria a combinação perfeita para comunicar a chegada da Alice ao público”, afirma.

Sob construção nos últimos 15 meses, Alice foi bem recebida pelos investidores e captou US$16 milhões antes do lançamento. O primeiro investimento foi levantado pelo fundo de venture capital Canary e depois garantiu uma rodada “Series A” liderada pela Kaszek Ventures, seguida pela Maya Capital e Canary novamente.

A empresa, registrada como operadora de saúde na Agência Nacional de Saúde (ANS), foi fundada em São Paulo por André Florence, Guilherme Azevedo e Matheus Moraes. Os serviços pretendem resolver não somente questões de saúde, mas metas de vida das pessoas por meio de um atendimento personalizado. O app tem integração de dados com hospitais, laboratórios e o time de saúde da Alice.

Hoje, a empresa conta com 70 pessoas e a previsão é de que mais cem sejam contratadas até o início de 2021. Os especialistas de saúde incluem preparadores físicos, nutricionistas e médicos do esporte de hospitais como Albert Einstein, Sírio Libanês e Oswaldo Cruz, além de um time internacional de consultores com membros da Universidade de Harvard.

*Crédito da imagem no topo: Divulgação

Publicidade

Compartilhe