Conar dá sentença sobre casos do McPicanha e Whopper Costela

Buscar
Publicidade

Comunicação

Conar dá sentença sobre casos do McPicanha e Whopper Costela

Conselho de Ética determina pela alteração das peças publicitárias de McDonald’s e Burger King; caso ganhou as redes sociais e foi discutido até em Comissão do Senado

Bárbara Sacchitiello
28 de junho de 2022 - 9h46

Quase dois meses depois de a polêmica sobre os conteúdos dos sanduíches ter ganhado as redes sociais – e ter virado até alvo de uma Comissão no Senado – McDonald’s e Burger King tiveram a sentença do Conselho de Autorregulamentação Publicitária (Conar) a respeito da publicidade de seus alimentos.

 

Burger King foi criticado pelo fato de, apesar do nome, o sanduíche não ser feito de costela suína (Crédito: Divulgação)

Em reunião realizada na semana passada, o Conselho de Ética da entidade recomendou a alteração das peças publicitárias das duas redes de fast-food. No fim de abril, as duas empresas foram muito criticadas pelo fato de que o McPicanha, do McDonald’s, e o Whopper Costela, do Burger King, não terem, de fato, tais ingredientes em sua composição.

É importante considerar que bem antes da decisão do Conar, ainda no início de maio, tanto McDonald’s quanto o Burger King tomaram medidas a respeito da comunicação e até mesmo da oferta dos sanduíches. O McDonald’s retirou o McPicanha de seu cardápio em todo o País enquanto o Burger King pediu desculpas ao público e informou que o sanduíche passaria a ter o nome de Whopper Paleta Suína, para refletir de forma mais exata seus ingredientes.

A sentença dada pelo Conar determina que, nos dois casos, as peças publicitárias das redes de fast food teriam de passar por alteração caso voltassem a ser exibidas ao público.

Senado e Procon

 

McDonald’s admitiu que hamburger era feito com molho sabor picanha, mas sem o corte de carne (Crédito: Divulgação)

Assim que a polêmica ganhou as redes sociais, ainda no fim de abril, o Conar declarou ter aberto processos para avaliar a publicidade das duas marcas. O Procon de São Paulo e também de outras localidades pediu esclarecimentos ao McDonald’s e ao Burger King a respeito da composição dos sanduíches para avaliar se houve a prática de publicidade enganosa.

O caso foi parar até no Senado, tendo sido alvo de debate na a Comissão de Fiscalização e Controle de Defesa do Consumidor, no dia 12 de maio.

Na sessão, o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), disse que algumas pessoas criticaram o fato de o Senado ter questionado as duas empresas a respeito dos assuntos e colocado o episódio na pauta da comissão. “Muitas pessoas criticaram a ação da comissão argumentando que já há tanta coisa séria com que se preocupar no Brasil e que, portanto, não seria devido dar essa atenção ao sanduíche. Mas não estamos nos preocupando com o sanduíche e sim com a boa-fé do povo brasileiro para que os consumidores não sejam enganados”, relatou o senador.

Publicidade

Compartilhe

Veja também