Caso Pugliesi: Unilever afirma que não descumpriu Lei

Buscar

Marketing

Publicidade

Caso Pugliesi: Unilever afirma que não descumpriu Lei

Blogueira foi acusada de exercício ilegal da profissão de educação física ao participar de evento da marca

Bárbara Sacchitiello
21 de fevereiro de 2017 - 9h08

Pugli-Destaque

Com mais de três milhões de seguidores apenas no Instagram, Gabriela Pugliesi se tornou referência no universo fitness (Crédito: Reprodução/Instagram)

No dia 31 de janeiro, a Unilever promoveu um evento para seus funcionários na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Para estimular a adoção de hábito saudáveis de vida – entre eles, a prática de exercícios físicos – a companhia contratou a blogueira fitness Gabriela Pugliesi, que participou da aula ministrada no local.

Menos de um mês e meio depois, o evento corporativo da Unilever se tornou caso de Justiça. Sob o argumento de exercício ilegal da profissional, o Conselho Regional de Educação Física do Rio de Janeiro (CREF) denunciou Gabriela Pugliesi nessa segunda-feira, 20. De acordo com a entidade, a blogueira e seu noivo, Erasmo Viana, teriam ministrado uma aula de exercícios físicos aos presentes, tarefa que, na visão do Conselho, só cabe a professores de educação física.

Procurada pela reportagem, a Unilever respondeu com um comunicado oficial argumentando que Gabriela e Erasmo fizeram a atividade como alunos com intuito de motivar os participantes. “Na ocasião, uma professora de educação física ministrou atividades esportivas para funcionários da empresa, com o objetivo de disseminar conceitos como saúde e bem-estar entre os colaboradores”, disse a Unilever, em comunicado.

Pugliesi-Conar-Skol

No ano passado, por conta de um post sobre a Skol Ultra, blogueira já havia sido notificada pelo Conar (Crédito: Reprodução)

Afirmando que não houve prática irregular da profissão de educação física, a Unilever também reforça que “cumpre todas as leis aplicáveis no País, conduzindo suas operações com integridade, honestidade e transparência.” Considerada uma das principais influenciadoras do segmento fitness, Gabriela Pugliesi possui mais de três milhões de seguidores no Instagram e é constantemente convidada para participar de ações publicitárias.

Esta não é a primeira vez que a blogueira enfrenta problemas por conta de um trabalho publicitário. No ano passado, Gabriela Pugliesi foi notificada pelo Conar por, segundo o Conselho, fazer uma publicidade velada da cerveja Skol. Na época, a influenciadora publicou um vídeo no qual segurava uma garrafa de Skol Ultra e elogiando o produto.

Publicidade

Compartilhe