Google escolhe São Paulo como centro estratégico de cloud

Buscar

Marketing

Publicidade

Google escolhe São Paulo como centro estratégico de cloud

Empresa inicia campanha em OOH, jornais e revistas para divulgar seus novos serviços corporativos tendo a cidade como hub regional na América do Sul

Luiz Gustavo Pacete
19 de setembro de 2017 - 12h19

Desde 2015, o Google investe na expansão de cabos submarinos para conectar o Brasil aos Estados Unidos e transformar o País em hub para os vizinhos Argentina e Uruguai. Um dos principais projetos neste sentido, concluído recentemente, permitiu que São Paulo se tornasse uma das 30 zonas estratégicas da empresa em serviços de computação em nuvem.

 

“Os investimentos feitos em conexão pelo Google transformam São Paulo em um centro de conexão que poderá prover conexão direta aos países vizinhos”

A partir desta terça-feira, 19, o Google passa a oferecer novos serviços de cloud com ultraconexão e transforma São Paulo em um centro estratégico para este tipo de oferta. Para anunciar o serviço, a empresa iniciou uma campanha de mídia off-line, em São Paulo, que contempla out-of-home, jornais e revistas. Além de ações nos dois principais aeroportos da cidade. Em paralelo, uma campanha digital está sendo realizada, em todo o Brasil e também na Argentina e Uruguai.

“Os investimentos feitos em conexão pelo Google permitirão que várias regiões de São Paulo recebam um serviço de cloud de maior qualidade. E, ao mesmo tempo, transforma São Paulo em um centro de conexão que poderá prover conexão direta aos países vizinhos”, explica Izabelle Macedo, head de cloud marketing Latam do Google. A executiva explica que Cingapura e Londres passaram por processos semelhantes, recentemente.

 

“Tanto em Londres quanto em Cingapura também foi feito um investimento em mídia tradicional”

De acordo com Izabelle, o foco em investir em mídia tradicional está diretamente associado à necessidade de explicar um produto técnico com foco em um cliente de alto nível como diretores e presidentes de empresa. “Tanto em Londres quanto em Cingapura foi feito um investimento em mídia tradicional. E ela é importante para complementar essa comunicação específica”. Os anúncios dos novos serviços do Google incluem o jornal Valor, revista Exame e Istoé Dinheiro, além de duas ações pontuais nos aeroportos de Congonhas e Guarulhos que devem durar quatro semanas. A criação off-line foi feita pela F/Nazca e a parte de performance desenvolvida pela Blinks.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • servicos

  • Google

  • fibra

  • telecomunicacoes

  • cloud