A nova jogada da Brahma no futebol

Buscar

Marketing

Publicidade

A nova jogada da Brahma no futebol

Após seis anos, cerveja da Ambev substitui Movimento por um Futebol Melhor pelo Clube Nº1 com foco na experiência

Fernando Murad
23 de abril de 2019 - 6h14

Iniciativa quer ampliar relação dos torcedores com seus clubes (crédito: divulgação)

Capitaneada pela marca Brahma, a Ambev apresentou em 2013 o Movimento por um Futebol Melhor, projeto que tinha como objetivo transformar o futebol brasileiro no melhor campeonato do mundo. Uma das metas era a ajudar os clubes a atingir uma base de 3,5 milhões de sócios-torcedores, o que geraria uma receita anual estimada em R$ 1 bilhão. A iniciativa aglutinou dezenas de clubes e empresas, mas apenas se aproximou de 1,5 milhão de sócios-torcedores.

Passados seis anos, a empresa decidiu mudar de tática e substituiu o projeto pelo Clube Nº1, iniciativa que oferece benefícios para todos os torcedores e não apenas para os sócios-torcedores. Nesta primeira fase, torcedores de Bahia e Vitória; Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco; Atlético-MG e Cruzeiro; Internacional; Palmeiras, São Paulo e Santos; Náutico e Sport terão a chance, por exemplo, de tirar uma foto com o elenco do seu clube.

Um dos principais objetivos, de acordo com João Pedro Zattar, gerente de marketing esportivo da Ambev, é ampliar as oportunidades dos fãs de futebol viverem os momentos que realmente importam na relação com seus times de coração. O caminho, segundo a mecânica do projeto, é o torcedor aumentar o engajamento com a marca Brahma nas plataformas digitais.

Nesta entrevista, o executivo faz um balanço do Movimento por um Futebol Melhor e explica os objetivos e ações do Clube Nº1.

João Pedro Zattar (crédito: divulgação)

Meio & Mensagem – O projeto Movimento por um Futebol Melhor foi lançado em 2013 com o objetivo de transformar o futebol brasileiro no melhor campeonato do mundo. Uma das metas era a ajudar os clubes a formar uma base de 3,5 milhões de sócios-torcedores, o que geraria uma receita anual estimada em R$ 1 bilhão. A iniciativa se aproximou de 1,5 milhão de sócios-torcedores. Qual é o balanço que a Ambev faz do projeto?
João Pedro Zattar – O Movimento consolidou a cultura de sócios-torcedores no Brasil e ajudou a criar uma onda de associações de torcedores aos seus clubes por meio das vantagens criadas para eles. Foram benefícios na compra de produtos que iam desde descontos na compra de Brahma, a vantagens na aquisição de serviços e produtos de outras empresas parceiras. O saldo foi muito positivo e o mais importante foi ter criado a cultura entre torcedores de que vale a pena se associar ao seu clube, seja para ajudar seu clube, seja para ter benefícios das empresas parceiras. E isso não vai mudar com o Clube Nº1.

M&M – O que faltou para o projeto atingir os objetivos em termos de número de sócios-torcedores? O Flamengo, por exemplo, deixou o movimento em 2017. O modelo de descontos em produtos e serviços não era o ideal?
Zattar – Por mais importante que seja fidelizar os torcedores, o número de pessoas dispostas a se tornarem sócias ainda é muito pequeno perto de todo o universo de pessoas que torcem para um time e vivem essa paixão de outras formas. Evidente que todos os benefícios oferecidos aos sócios-torcedores por meio do Movimento fazem a diferença no dia a dia desse fã de futebol, mas a relação com o esporte e seu time vai além disso. Não é só futebol. É uma emoção que transcende. Remete a relações com amigos, família, lembranças de infância. Queremos agora também proporcionar esses momentos inesquecíveis que tornam o futebol esse patrimônio brasileiro. Foi partindo dessa premissa que decidimos fazer o Movimento evoluir para o Clube Nº1. O sócio-torcedor continuará usufruindo das vantagens garantidas por sua associação, mas mais torcedores apaixonados, independentemente de serem sócios, poderão fazer parte desse clube e viver momentos que realmente importam.

M&M – A empresa possui uma estimativa do valor economizado pelos sócios-torcedores ao longo dos seis anos do Movimento?
Zattar – Foram mais de R$ 145 milhões em descontos nesse período.

M&M – Dentro deste contexto, qual é a ideia por trás do Clube Nº 1? O que motivou a criação desta nova plataforma?
Zattar – A história de Brahma com o futebol brasileiro é de longa data. O Clube Nº 1 vem para reforçar esse elo, aproximando ainda mais os torcedores dessa paixão. A plataforma é um clube de experiências únicas e exclusivas que vai proporcionar aos torcedores a oportunidade de viver momentos inesquecíveis com seu time e o futebol. Brahma já apoia a seleção brasileira e a maioria dos grandes clubes do País, e o público reconhece essa nossa conexão genuína com o futebol. O Clube Nº1 vai ampliar essa relação.

M&M – Quais são os principais objetivos da empresa com a criação do Clube Nº 1?
Zattar – Ampliar as oportunidades dos fãs de futebol viverem os momentos que realmente importam na relação com seus times de coração. Como parceira do futebol brasileiro, seja da seleção como também dos clubes, Brahma reconhece o esporte como um patrimônio brasileiro.

M&M – Como funciona a mecânica do Clube Nº 1?
Zattar – O primeiro passo é fazer um cadastro gratuito no site do Clube Nº 1. Assim que estiver registrado, o torcedor começa a receber atualizações sobre prêmios e promoções e, na medida em que aumentar seu engajamento com Brahma, poderá registrar as notas fiscais e terá mais chances de ser sorteado. Em um primeiro momento, as experiências são a “Foto com seu time”, em que o sorteado poderá tirar uma foto oficial com os jogadores do seu clube (são 14 clubes participantes). A outra é o “Estádio em Casa”, que tem como objetivo melhorar a experiência do torcedor em casa, dando para o ganhador uma televisão, home theater, um ano de pay-per-view e uma geladeira cheia de Brahma.

M&M – Quais são os benefícios oferecidos pelo Clube Nº 1 aos sócios-torcedores que estavam cadastrados no Movimento por um Futebol Melhor? As marcas parceiras do movimento continuam no novo projeto? A Brahma convidará outras marcas para se juntar ao Clube Nº 1?
Zattar – Quem ajuda seu clube sendo sócio-torcedor vai continuar tendo benefícios em descontos de produtos da Cervejaria Ambev e serviços das empresas parceiras do Movimento. Estamos abertos a novas parcerias. Isso não vai mudar. O Clube Nº1 mantém todas as vantagens de ser sócio-torcedor, mas amplia a participação para quem não é sócio a também concorrer a viver as experiências oferecidas pelo Clube Nº1.

M&M – Como será feita a divulgação do Clube Nº 1?
Zattar – A campanha tem foco no digital, com influenciadores e redes sociais de Brahma e dos clubes parceiros, além de inserções no SporTV e na TV aberta. Ela começou na primeira semana de abril e a agência responsável é a Africa, com o Draftline no digital.

Publicidade

Compartilhe