Barbie se torna jogadora de futebol

Buscar

Marketing

Publicidade

Barbie se torna jogadora de futebol

Linha “Barbie você pode ser tudo o que quiser”, também conta com outras profissões como astronauta, pilota, jornalista, bombeira e candidata


7 de junho de 2019 - 18h26

Barbie lança linha de profissões com boneca astronauta, pilota, jogadora de futebol, jornalista, candidata e bombeira (Crédito: divulgação)

De alguns anos para cá, a Barbie, marca da Mattel, anda cada vez mais engajada em causas que reforcem o empoderamento feminino. Em março deste ano, a marca homenageou 20 mulheres inspiradoras espalhadas pelo mundo, incluindo a sufista brasileira Maya Gabeira. Seguindo esse pensamento, em homenagem aos 60 anos de marca e em clima de Copa do Mundo de futebol feminino, a companhia lança a Barbie jogadora de futebol em sua linha “Barbie você pode ser tudo o que quiser”.

A nova linha também apresenta outras cinco profissões, astronauta, bombeira, pilota, jornalista e candidata. Ao longo de sua história, Barbie já teve mais de 200 profissões que seguiam aspectos culturais de cada época. Além disso, a boneca já teve muitas formas, corpos, tons de pele, olhos e cabelos. No começo deste ano, a companhia também anunciou a expansão da linha Barbie Fashionistas, que conta com bonecas com diferentes características físicas e que possuem deficiências físicas.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Mattel

  • Barbie

  • boneca

  • Copa do Mundo de Futebol Feminino

  • jogadora

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”