Itaú, Bradesco e Skol são as marcas mais valiosas de 2019

Buscar

Marketing

Publicidade

Itaú, Bradesco e Skol são as marcas mais valiosas de 2019

Estudo realizado pela Interbrand aponta que, juntas, as 25 marcas nacionais mais valiosas alcançam valor de R$129 bilhões


29 de agosto de 2019 - 12h39

Itaú, Bradesco, Skol, Brahma e Banco do Brasil são as cinco marcas mais valiosas do Brasil, nesta ordem. O ranking é elaborado pela Interbrand e, este ano, conta com duas novas concorrentes entre as 25 com maior valor: SulAmérica, na 21ª posição, e a rede Atacadão (do grupo Carrefour), na 23ª.

Na comparação com os resultados do ano passado, 19 das figurantes da lista apresentaram variação positiva no valor de sua marca. Neste quesito, o Magalu, com 46%, foi quem representou o salto mais expressivo do ranking, seguido por CVC e Localiza, ambos com 21%, e Assaí (atacarejo do Grupo Pão de Açúcar), com incremento de 20%.

Juntas, o valor das 25 marcas deste ano do ranking cresceu 7,65%, ultrapassando os R$ 129 bilhões. De todas as marcas ranqueadas, somente quatro perderam valor – Antarctica, Cielo, BTG Pactual e Casas Bahia –, comparadas a 2018, ano em que nove marcas registraram desvalorização.

O estudo foi realizado pela Interbrand em parceria com a Provokers, a partir de metodologia criada pela London Business School, em 1988. Para a pesquisa, mil consumidores avaliaram 117 marcas por meio de questionário online, entre 16 e 23 de maio.

Confira o ranking completo:

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • marcas

  • Itaú

  • skol

  • Bradesco

  • Brahma

  • Banco do Brasil

  • Interbrand

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”