Nova data do varejo pega impulso no Dia da Independência

Buscar

Marketing

Publicidade

Nova data do varejo pega impulso no Dia da Independência

Criada pelo Governo Federal, "Black Friday Brasileira" conta com a participação de mais de 4,5 mil empresas

Teresa Levin
6 de setembro de 2019 - 6h04

Intenção do Governo Federal é que Semana do Brasil seja anual (Crédito: Reprodução)

Com o objetivo de estimular a economia com uma dose de patriotismo, o Governo Federal lança a Semana do Brasil, que ocorre de 6 a 15 de setembro e envolverá mais de 4,5 mil empresas. A ideia é oferecer promoções, descontos e benefícios em um mês que tradicionalmente é fraco em ações promocionais. Com o mote “Vamos valorizar o que é nosso”, a iniciativa começou a ser elaborada em julho e a meta é que seja anual.

Uma campanha criada pela NBS para a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom), idealizadora do projeto, divulga a Semana do Brasil. Anunciantes que estão participando da ação também estão veiculando comunicação criada especialmente para a data.

Setembro não foi escolhido ao acaso. Além de ter baixo apelo promocional, ele antecede o último trimestre do ano e ainda traz o feriado da Independência, 7 de setembro. A data inspirou a ação já que em outros países, como os Estados Unidos, promoções são realizadas por ocasião de feriados nacionais. “O Brasil vive uma situação muito particular, a renda cresceu, o desemprego está sendo reduzido e a inadimplência é relativamente baixa, assim como o comprometimento da renda. Mas o mercado está parado e acreditamos que boa parte disso deve-se à falta de confiança do consumidor”, explica Marcos Gouvêa de Souza, diretor-geral do Grupo GS& Gouvêa de Souza e membro do Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV), parceiro da Secom na iniciativa. A  campanha quer entregar um benefício direto ao consumidor, conta o executivo. Ele revela ainda que os setores de supermercados e hipermercados, vestuário e food service tiveram maior aderência à iniciativa.

Além de empresários varejistas, também participarão das ações veículos de comunicação, como Rede Globo, Record, Bandeirantes, SBT e Grupo Abril, e diversas entidades, como Abap, ABF, Abrafarma, Abras, Abrasce, Abvtex, Anamaco, CNDL, Facesp e Secovi. No caso dos veículos, Gouvêa de Souza  informa que houve apoio tanto na comunicação da Semana do Brasil, como uma condição especial para a reaplicação dos investimentos feitos no período que já está sendo chamado de Black Friday brasileira.

A criação da Semana do Brasil foi da Secom e o IDV ingressou no projeto para coordenar a divulgação, estruturação e organização, além do envolvimento dos setores de comércio, varejo e serviços. “Como ela foi elaborada no final de julho tivemos pouco tempo para colocar tudo no ar. Já sentimos que ela terá um impacto grande, mas no ano que vem será maior, teremos mais tempo para organizar tudo”, antecipa Gouvêa de Souza.

WMcCann desenvolveu campanha da Chevrolet para a data (Crédito: Divulgação)

Ações promocionais
A Semana do Brasil atraiu empresas de diversos setores ao redor do país. O brMalls, por exemplo, envolveu os 27 shoppings centers que administra na iniciativa: neles, mais de mil lojas vão oferecer descontos de até 80%. Entre os empreendimentos participantes estão o Shopping Villa Lobos, em São Paulo, e o Tijuca, no Rio de Janeiro. Entre as companhias aéreas, a Latam oferecerá ofertas de passagens para o Brasil e o mundo; elas serão anunciadas no site da companhia, nas redes sociais e por meio de e-mail marketing para a base de clientes fidelidade. No segmento automobilístico, a Chevrolet lançou uma campanha, assinada pela WMcCann, na qual explora uma das propriedades da marca, o Desconto do Funcionário. O conceito destaca que o consumidor terá o mesmo desconto de um funcionário GM e a marca “presenteará” os brasileiros com descontos de até R$ 6 mil na linha Chevrolet ao longo do período.

Entre outros anunciantes que vão participar está o Banco do Brasil que irá disponibilizar uma série de ofertas para diferentes produtos, como isenção de tarifas, assistência gratuita para o cartão Alelo, brindes para a contratação de seguros, descontos na mensalidade da máquina da Cielo, entre outros. Já a rede Pernambucanas dará descontos em mais de 700 mil peças nas categorias vestuário, lar, eletrodomésticos e telefonia. Também será feita a Mega Oferta no e-commerce, em que haverá um valor diferenciado, inclusive em relação às lojas físicas. A ação acontecerá todos os dias da campanha, sempre com um produto diferente, e com a oferta válida por 24 horas. Por sua vez, a Óticas Diniz irá oferecer descontos de até 70% em todas as suas lojas no país.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Marcos Gouvêa de Souza

  • WMcCann

  • NBS

  • Rede Globo

  • BRMALLS

  • Pernambucanas

  • Óticas Diniz

  • Grupo GS& Gouvêa de Souza

  • varejo

  • Consumo

  • Economia

  • governo federal

  • Compras

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”