Mimo amplia e chega este ano à São Paulo

Buscar

Marketing

Publicidade

Mimo amplia e chega este ano à São Paulo

Evento, que também conta com edições em Amarante, em Portugal, levará 50 atracões a capital paulista e também ao Rio de Janeiro

Teresa Levin
10 de setembro de 2019 - 10h38

Mimo também conta com edições em Amarante (Crédito: Divulgação)

Com 50 edições realizadas ao longo de 16 anos, o Mimo, festival de música itinerante gratuito, chegará este ano a São Paulo. Nos dias 22, 23 e 24 de novembro o evento, idealizado e realizado pela Lume Arte, aportará na capital paulista ocupando marcos históricos da cidade. No Rio, ele terá sua quarta edição entre 29 de novembro e 1 de dezembro. Ambas as praças receberão em torno de 50 atrações musicais. Este ano, o Mimo contará mais uma vez com o patrocínio do Bradesco e terá ainda Certisign e Estácio entre os patrocinadores.

Desde que foi criado, o Mimo já atraiu mais de um milhão e setecentas mil pessoas nas cidades por onde passou; no Brasil, Olinda e Ouro Preto também já receberam o projeto. Há quatro anos o Mimo também conta com uma edição em Amarante, em Portugal, local onde já tem contrato assinado para mais dois anos. Na cidade portuguesa, já reuniu um público total de mais de 80 mil pessoas; também ganhou o prêmio de Melhor Infraestrutura de Festivais em Portugal, no Iberian Festival Awards, em 2017 e em 2018.

Ao longo dos anos, o Mimo promoveu mais de 475 espetáculos musicais. Em sua trajetória, recebeu shows de nomes como Philip Glass, Herbie Hankock, Chick Corea, Hermeto Pascoal, Nelson Freire e Nana Vasconcelos.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Bradesco

  • Estácio

  • Certisign

  • Lume Arte

  • música

  • eventos

  • Mimo Festival

  • Mimo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”