Sem patrocinador, cinema Cinearte encerra atividades

Buscar

Marketing

Publicidade

Sem patrocinador, cinema Cinearte encerra atividades

Desde março de 2019, quando a Petrobras anunciou que não renovaria o contrato de patrocínio do cinema, o local estava em busca de financiamento


19 de fevereiro de 2020 - 17h55

Cinearte fecha as portas após ficar sem patrocinador por quase um ano (Crédito: divulgação)

Localizado no Conjunto Nacional, região da Avenida Paulista, em São Paulo, o Cinearte encerra suas atividades com uma sessão de Parasita, vencedor do Oscar de melhor filme, às 21h30 desta quarta-feira, 19, na sala 1, que conta com 300 lugares. As outras sessões do dia são: Jojo Rabbit, às 18h30, e Judy, às 20h30, ambas na sala 2, que comporta 100 pessoas.

Em 31 de março de 2019, a Petrobras, que patrocinava o cinema desde 2018, anunciou que não renovaria o contrato. Desde então, o Cinearte estava em busca de outro patrocinador para bancar seus custos mensais como aluguel, condomínio e energia.

Além das salas de cinema, o Café Scada, que funciona no hall do subsolo ao lado da entrada principal, também será desativado. Entretanto, outras unidades do café continuarão em funcionamento nos cinemas Espaço Itaú Pompéia e Frei Caneca.

Esta, porém, não foi a primeira vez que o cinema fechou as portas. Em 1978, encerrou suas atividades devido a um incêndio que destruiu parte do Conjunto Nacional, reabrindo quatro anos depois com o nome de Cine 1, dirigido por Dante Ancona Lopez.

Em 1995, após ganhar uma nova sala, o cinema passou a se chamar Cinearte e três anos mais tarde começou a ser administrado por Adhemar Oliveira, que também comanda os cinemas da rede Espaço Itaú. Desde 1963, quando foi inaugurado com o nome de Cine Rio, o cinema já teve três patrocinadores: Cine Bombril, Cine Livraria Cultura e Cine Petrobras.

Crise financeira

No ano passado, outro cinema da região central de São Paulo passou por um processo semelhante, o Cine Belas Artes. O cinema ficou sem patrocinador entre fevereiro e maio de 2019, após a Caixa Econômica Federal encerrar o financiamento. O local chegou a anunciar que fecharia as portas, porém, em maio, a Petra, marca de cerveja do Grupo Petrópolis, comprou os naming rights do cinema por cinco anos. 

**Crédito da imagem no topo: istock

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Adhemar Oliveira

  • Petrobras

  • Caixa Econômica Federal

  • cinearte

  • parasita

  • jojo rabbit

  • judy

  • café scada

  • espaço itaú

  • petra

  • Cinema

  • patrocínio

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”