Reserva lança assinatura de camisetas por R$ 24,99

Buscar

Marketing

Publicidade

Reserva lança assinatura de camisetas por R$ 24,99

O projeto tem iniciativa sustentável e tem a ambição de revolucionar a moda no País


20 de maio de 2021 - 18h40

O produto nasce de uma extensa pesquisa realizada pela empresa com consumidores (Crédito: Divulgação)

Reserva anunciou o projeto Camiseta Simples, um serviço de assinatura anual com mensalidade de R$ 24,99. Em um período de um ano o cliente receberá três camisetas, uma no ato da compra e as demais a cada cinco meses, além do mesmo valor todo mês como cashback para novas compras. Visando minimizar o impacto ambiental, no final do ano o cliente retorna as camisetas, que são encaminhadas para a reciclagem para se transformar em outros produtos.

A iniciativa está disponível para o público masculino, infantil e e marca a entrada da empresa no vestuário feminino. O plano conta com peças lisasem 12 coresdiferentes modelagens e tamanhos do 4P ao 4G. A camiseta possui também a  certificação BCI (Better Cotton Iniciative), que estimula a produção sustentável do algodão e zela pela qualidade da fibra através do processo de plantio e cultivo orgânico menos agressivo ao meio ambiente, sem o uso de fertilizantes sintéticos e necessita de menos água.

“A Reserva tem orgulho de ser a única marca de moda do País e da América Latina a possuir a certificação do Sistema B. Por isso, nos pareceu clara a urgente necessidade de fazer da Camiseta Simples também um embrião de solução logística e comercial capaz de minimizar o impacto no meio ambiente. Sabe-se que aproximadamente 175 mil toneladas de roupas acabam em aterros sanitários todos os anos no Brasil. Esse é apenas o nosso primeiro passo no caminho da reinvenção da moda básica e sustentável”, diz Rony Meisler, CEO da AR&Co.

O projeto traz o conceito de humanwear, que representa uma marca feita por e para pessoas, e por isso evolui junto com a sociedade. A iniciativa nasceu de uma pesquisa com os mais de 3 milhões clientes e seguidores das redes sociais que indicou um alto nível de consciência sócio ambiental das escolhas de consumo, onde as pessoas estão mais preocupadas em usar do que em possuir.   

**Crédito da imagem no topo: Leontura/iStock

Publicidade

Compartilhe