Os planos do Bob’s com o kit “Faça em Casa”

Buscar

Marketing

Publicidade

Os planos do Bob’s com o kit “Faça em Casa”

Produto lançado no delivery pretende oferecer aos clientes a possibilidade de recriar os sanduíches da rede em casa

Henrique Cesar Mello
14 de julho de 2021 - 14h51

O kit “Faça em Casa” é composto por seis unidades de hambúrgueres 100% de carne bovina, seis conjuntos de pães, fatias de queijo e 200g do molho Big Bob (Créditos: Divulgação)

A marca de fast-food Bob’s lançou, neste mês, o kit “Faça em Casa” em seu delivery, para que seus clientes possam pedir os insumos congelados da marca para montar seu próprio sanduíche em casa. Disponível no Chama o Bob’s e nas principais plataformas de delivery, o kit manifesta a intenção da empresa de estar mais presente nas casas de seus clientes, que não podem ir aos restaurantes com a mesma frequência em função da pandemia, deixando nas mãos deles montar seu próprio lanche Bob’s com seu toque pessoal.

O kit, disponível para os consumidores desde quinta-feira, 1º, com o preço sugerido de R$ 54,90, inclui seis unidades de hambúrgueres 100% de carne bovina, seis conjuntos de pães, fatias de queijo e 200g do molho Big Bob. O lançamento também reforça a oferta de delivery da rede, que registrou crescimento de 39% em 2020.

Na entrevista a seguir, Raquel Paternesi, diretora de marketing do Bob’s, fala sobre a nova campanha da rede de fast-food, o crescimento do delivery, os investimentos em atendimento multicanal e de marketing.

Raquel Paternesi, diretora de marketing do Bob’s (Crédito: divulgação)

Meio & Mensagem – O Bob’s está lançando o kit “Faça em Casa”. Por que a empresa decidiu criar essa forma de levar seus produtos aos clientes?

Raquel Paternesi –Percebemos que, durante a pandemia, o hábito de consumo mudou. As pessoas ficaram mais em casa e procuraram, além de um alimento, um momento agradável em família. Desta forma, estamos levando aos nossos consumidores o kit, que, além de oferecer nossos produtos, possibilita que as famílias tenham uma experiência divertida e de conexão durante a preparação deles. O sanduíche faz parte do cotidiano das famílias brasileiras, por isso, estamos oferecendo aos nossos clientes a possibilidade de fazerem os sanduíches do Bob’s em suas casas e recriando-os à sua maneira.

M&M – Durante a pandemia, o Bob’s notou alguma mudança no comportamento de seus clientes? Houve crescimento expressivo dos serviços de delivery?

Raquel – Já tínhamos uma atuação forte em diferentes formatos, mas conseguimos nos reinventar durante a pandemia, ampliando os canais de venda e gerando uma experiência diferenciada para o nosso cliente, com a venda sem qualquer contato. O crescimento das vendas no delivery foi de cerca de 39%, quando comparado a 2019. O “Chama o Bob’s” é o nosso aplicativo próprio para pedidos delivery e com ele já contabilizamos mais de 200 mil downloads de 2020 até o momento. O Faça em Casa mesmo é uma iniciativa para gerar experiência aos nossos consumidores, de forma que eles criem bons momentos em família, por isso, focamos no delivery como um canal de conveniência. Este canal traz mais comodidade para os consumidores explorarem os produtos no dia a dia em suas casas.

M&M – De que forma o Bob’s vem investindo para integrar a experiência de compra digital e física?

Raquel – O Bob’s é uma marca pioneira desde a sua criação até os lançamentos únicos, como os hambúrgueres vegetarianos à base de plantas. A marca já proporciona uma experiência multicanalizada e phygital aos clientes. Fomos o primeiro player do mercado fast-food a implementar o serviço de autoatendimento no Brasil. Além disso, tem um modelo de loja no qual os pedidos para viagem e retirados por entregadores de aplicativos são recolhidos em armários inteligentes que reduzem o contato e fricção da compra entre os funcionários do ponto de venda e o cliente. Ao finalizar o pagamento, seja no autoatendimento ou apps, o consumidor recebe um código a ser digitado no equipamento que identifica o pedido e destrava o compartimento. Incorporamos novas tecnologias para atender as demandas do perfil de consumo pós-pandemia, inclusive criando o nosso próprio aplicativo de delivery, o Chama o Bob’s.

M&M – Em termos de marketing, de que forma o Bob’s vem procurando se posicionar para mostrar um diferencial perante a concorrência?

Raquel – A história do Bob’s é muito interessante, porque reflete todo o nosso viés de inovação. Fomos a primeira rede de fast-food do Brasil, inovando ao trazer sanduíches de rápido preparo e o famoso millk shake. Somos uma empresa fundada em 1952, no burburinho de Copacabana, e, em 1984, implementamos o conceito de franquias pelo Brasil, que permitiu que chegássemos em todos os estados brasileiros. Hoje, já temos mais de um mil pontos de venda. A nossa empresa preza pela multicanalidade no mercado e, por ser genuinamente brasileiro, o Bob’s tem agilidade em tomada de decisões para criar parcerias e novidades, como o pioneirismo em hambúrgueres vegetarianos feitos à base de plantas ou os licenciamentos sempre alinhados ao propósito da nossa marca de forma a gerar uma experiência diferenciada para o nosso consumidor. Além disso, o Bob’s possui um marketing regional superforte, isso abre a possibilidade da marca se conectar melhor com os franqueados de cada região por meio de diversas ferramentas disponíveis.

M&M – Quais serão os próximos investimentos em marketing?

Raquel – Estamos preparando um calendário repleto de licenciamentos e novidades, sempre combinamos o propósito do Bob’s às características das licenças e cocriações. Este é parte do nosso segredo para gerar experiências memoráveis, como a nossa recente campanha de sucesso das miniaturas de Friends e o Festival Leite Moça que resgata memórias marcantes através de três sabores exclusivos inspirados nas receitas brasileiras.

**Créditos da imagem no topo: Pixabay/Pexels

Publicidade

Compartilhe