Como a The Body Shop quer conscientizar os jovens sobre política

Buscar
Publicidade

Marketing

Como a The Body Shop quer conscientizar os jovens sobre política

Junto à ONG Engajamundo, a marca promove a campanha ativista “Sua Voz. Seu Poder”, com o objetivo de conscientizar os jovens na política e na vida pública


5 de agosto de 2022 - 18h35

Em parceria com a ONG de liderança jovem Engajamundo, a The Body Shop apresenta a campanha ativista “Sua Voz. Seu Poder”, com o objetivo de conscientizar os jovens na política e na vida pública.

A campanha é fruto de uma parceria global entre a The Body Shop e a Secretaria-Geral das Nações Unidas para a Juventude, que pretende levantar a voz de milhões de jovens na vida pública em mais de 75 países do mundo.

 

Gabi Luz, Karina Meyer, Carolina Bernardo, Ana Rosa, Giovana Braga e Mikaelle Farias (crédito: Raquel Urso/The Body Shop)

A The Body Shop realizou o estudo “Be Seen, Be Heard”, em 26 países, incluindo o Brasil, que mostrou que dois a cada três entrevistados concordam que o equilíbrio de gerações na política está errado. Realizada em dezembro de 2021 pela Dynata, a pesquisa qualitativa e quantitativa em larga escala entrevistou 27.043 pessoas de várias faixas etárias, incluindo 14.160 entre 15 e 30 anos. No Brasil foram entrevistadas 1.003 pessoas, 502 com menos de 30 anos, e 501 com 30 anos ou mais. As amostras incluíram cotas de idade, sexo, região e renda.

O levantamento, que pretendia entender os preconceitos e barreiras que impedem os jovens de participarem da política, revelou que 82% das pessoas concordam que os sistemas políticas precisam de reformas drásticas para o futuro, além de apurar recomendações para enfrentar esses desafios em benefício das sociedades.

Entre essas recomendações estão: aumento da participação dos mais jovens nos processos que os impactarão no futuro de curto prazo, como as mudanças climáticas, a falta de garantia dos direitos humanos para a população mais vulnerável e a inequidade.

A pesquisa ainda revelou que 31% das pessoas com menos de 30 anos ficariam mais estimuladas a se envolver em assuntos públicos se tivessem mais acesso a informações. Já 25% dizem que precisam acreditar na possibilidade de mudança para se envolver na vida pública.

No Brasil, 2022 é ano de eleições para deputados, governador e presidente. Logo, a campanha e a parceria têm entre suas principais metas aumentar o número de jovens votantes nessas eleições. Para isso, por meio da campanha, a loja da marca no Shopping Pátio Paulista promoveu um mutirão para que jovens tirassem seu título online. A loja contou com uma equipe munida de tablets para auxiliá-los.

Ainda como parte da campanha, nesta quinta-feira, 4, a marca realizou uma roda de conversa em sua sede corporativa para falar sobre temas como ativismo sociopolítico e representatividade de meninas e mulheres na vida pública. A discussão contou com representantes do Engajamundo e Mikaelle Farias, ativista climática paraibana e representante do Fridays For Future Brasil; Gabi Luz, travesti ativista, professora da educação básica e produtora cultural; e Giovana Braga, jornalista que fala sobre temas importantes de forma leve e descomplicada por meio das redes sociais.

Durante a parceria com a ONG Engajamundo, a marca pretende realizar ações de ativismo como rodas de conversa, intervenções urbanas e conteúdos importantes nas redes sociais. Entre os temas que serão abordados estão: racismo ambiental, desigualdade social, mobilidade urbana, energia e segurança alimentar.

Publicidade

Compartilhe

Veja também