Virginia Any volta à Editora Globo

Buscar

Mídia

Publicidade

Virginia Any volta à Editora Globo

Desde 2014 na Abril, a publicitária vai assumir a recém-criada Diretoria de Mercado Anunciante e Novos Negócios

Luiz Gustavo Pacete
24 de fevereiro de 2016 - 12h00

A publicitária Virginia Any, até então head de publicidade da Editora Abril, assume, a partir de março, a Diretoria de Mercado Anunciante e Novos Negócios da Editora Globo.

O departamento ganhou novas funções já que agora vai cuidar de projetos de sinergia entre a editora e as empresas do Grupo Globo. “Elas nos permitem criar e desenvolver novos modelos de negócios mais atraentes e eficientes”, diz Virginia ao Meio & Mensagem.

Formada em publicidade pela PUC Campinas e com MBA em negócios pelo IBMEC, Virginia foi, de 2006 a 2011, executiva de vendas da Abril. Em 2011, assumiu a gerência digital. Em 2013, foi para a diretoria de publicidade da Editora Globo onde atuou em vários projetos até setembro de 2014, quando voltou à Abril para assumir a Unidade Feminina.

Em junho do ano passado, assumiu a função de head de publicidade da Editora Abril e foi responsável por aplicar o novo modelo de negócios da empresa. Em novembro do ano passado, Virginia também assumiu a cadeira de publicidade da Associação Nacional dos Editores de Revistas (Aner).

Consultada por Meio & Mensagem, a Abril afirmou que Rogério Gabriel Comprido assume interinamente a função, mas que haverá um substituto para Virginia.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”