Você já motivou seu chefe hoje?

Buscar

Opinião

Publicidade

Você já motivou seu chefe hoje?

É preocupante ver uma geração quase inteira desmotivada, reclamando de tudo, sem parar para pensar que motivação é uma via de duas mãos


24 de agosto de 2016 - 9h00

Na semana passada um arquivo de excel causou furor nas redes sociais. Ele trazia uma lista com avaliações de várias agências do mercado, pequenas e grandes, feita de forma anônima por seus ex e atuais funcionários. A ‘delação anônima’, como começou a ser chamada, colocou na mesa uma série de questões sobre o ambiente de trabalho no nosso mercado.

Fui funcionária por mais de quinze anos antes de virar chefe. Trabalhei em empresas legais, outras nem tanto, tive chefes bacanas e outros que me tiraram o couro. Acho que sim, nosso mercado ainda é muito machista. Sim, assédio sexual e moral são gravíssimos e deviam ser tratados no RH da empresa e, caso seja sem efeito, na justiça. Mas tem um outro ponto, muito importante, que é ao que dedico esse texto: a tal da motivação.

É preocupante ver uma geração quase inteira desmotivada, reclamando de tudo, sem parar para pensar que motivação é uma via de duas mãos.

Desde que decidi me aventurar como empreendedora, passei a ler tudo que encontrava pela frente sobre o tema. Nunca fiz as contas, mas certeza que mais da metade de todos os artigos sobre empreender falam sobre a gestão de pessoas, mais especificamente, a motivação dos funcionários; 5 atitudes que deixam seus funcionários desmotivados; funcionários motivados aumentam as vendas; funcionários motivados rendem mais. As abordagens são muitas mas a conclusão é a mesma: se você é chefe, faça de tudo para agradar as pessoas que trabalham com você ou seu negócio já era.

Mas vamos lá. E a motivação do chefe para tudo isso, de onde vem? Certamente não é só do salário ou dos dividendos. Chefes motivados pelo comprometimento dos seus funcionários também rendem mais e, por serem mais produtivos, podem pagar melhores salários e oferecer mais benefícios. Chefes motivados, que recebem feedbacks construtivos constantemente, também crescem na carreira e se tornam chefes melhores. Chefes motivados, que se sentem valorizados pela sua performance mesmo quando cometem erros, também retribuem com reconhecimento.

Então, acho que vale a reflexão, minha gente: antes de reclamar do seu local de trabalho, faça uma sincera autoavaliação e veja se você também tem dado o seu melhor. Se é engajado e comprometido o suficiente, se tem performado lindamente, se tem brilhado nas ideias, se tem dado motivos suficientes para que seu chefe também tenha vontade de acordar animado na segunda-feira.

Feito isso, se ainda assim achar que está dando mais do que recebe, leve em conta que os lugares e as pessoas estão em constante construção e que essa construção é feita em conjunto. Lembrando sempre que se nenhum aspecto da nossa vida é perfeito, porque os locais e as relações de trabalho poderiam ser?

relacionado

Olho na pressão

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Liderança

  • Negócios

  • estratégia

  • motivação

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”