Agências internacionais: um novo olhar sobre o rebranding

Buscar
Publicidade

Opinião

Agências internacionais: um novo olhar sobre o rebranding

A importância do rebranding é imensa para se manter relevante e competitivo no mercado


4 de maio de 2022 - 6h00

Crédito: Shutterstock

Rebranding. O ato de ressignificar a imagem percebida de uma empresa ou produto nunca foi tão necessário. Desde uma mudança de identidade visual, público-alvo até nos momentos de fusões e de crise de uma companhia, a importância do rebranding é imensa para se manter relevante e competitivo no mercado.

Do ponto de vista interno de uma multinacional, muitas vezes os movimentos para que o rebranding aconteça podem ser lentos ou, até mesmo, não ocorrer diante de outras prioridades, afetando a percepção do consumidor sobre a marca. No entanto, quando a visão parte de dentro para fora, pensando na experiência do cliente e posicionamento da empresa, os benefícios do processo são mais visíveis.

Quando falamos em nos manter relevantes, naturalmente pensamos em nossos concorrentes. Porém, o mais assertivo seria olharmos a marca de forma neutra, buscando os pontos fracos e, principalmente, o propósito para o futuro. É preciso estar em linha com o que se vende e, claro, pode ser incômodo reconhecer que não está.

Este é definitivamente um desafio importante, especialmente porque, na maioria das vezes, um processo de rebranding requer o consenso não só dos stakeholders internos, mas mais importante ainda os externos. É fundamental ter coragem e se ater ao que as pesquisas e percepções da indústria trouxeram à luz sobre a importância e a necessidade do rebranding e, então, prosseguir de acordo.

Nesse sentido, trago a reflexão sobre a necessidade do apoio das agências que, com o olhar externo, neutro e apurado de diversos setores, conseguem trazer ideias que ajudam a encontrar as oportunidades e definir mensagens assertivas para o público. Vou além dizendo que, com a expertise de uma agência internacional, é mais provável que entendam o seu negócio sob um ângulo mais amplo e com as particularidades técnicas e culturais para desdobrar projetos que envolvam, inclusive, desafios atuais como o metaverso, NFT, criptomoedas e outras tecnologias que trazem um novo campo de ideias e ações para engajamento e proteção das marcas.

Despesa ou ROI?

Embora não haja números oficiais, estima-se que a média das pessoas encontre, atualmente, entre 6 mil e 10 mil anúncios por dia. E é nesse grande ecossistema de possibilidades que as agências de comunicação buscam oportunidades de posicionamento de marca, transformam ideias em realidade por meio do gerenciamento dos projetos mais relevantes e, principalmente, capitalizam a exposição.

Desenvolver uma estratégia 360° escolhendo as melhores ferramentas para a obtenção de ROI (retorno sobre investimento) já é um benefício por si só. Tanto o Marketing, quanto o RP, conteúdo, design e as mídias sociais precisam caminhar juntos, como ativos que comprovarão um resultado ainda maior quando acionados de forma conjunta. A partir daí as vendas passam a ser uma consequência de uma boa estratégia de comunicação.

Com a ajuda das agências, será cada vez mais possível trabalhar de forma integrada, ativa e compartilhada. Dessa maneira, será muito mais simples gerar o ROI equilibrando a meta do negócio com o que o consumidor espera receber.

Publicidade

Compartilhe

Veja também