Carnaval e lojas emblemáticas: as ações da Oxxo para atrair clientes

Buscar

Carnaval e lojas emblemáticas: as ações da Oxxo para atrair clientes

Buscar
Publicidade

Marketing

Carnaval e lojas emblemáticas: as ações da Oxxo para atrair clientes

Rede de mercados de proximidade traz ao Brasil projeto mexicano de parcerias com marcas para destacar pontos de venda e ampliar a funcionalidade dos serviços aos consumidores


30 de janeiro de 2024 - 6h01

Oxxo

Unidade localizada em Campinas foi envelopada em parceria com a Ambev: ideia é enfatizar a comercialização de bebidas no período do Carnaval (Crédito: Divulgação)

Com 450 lojas no estado de São Paulo, a Oxxo, rede de mercados de proximidade, vem procurando difundir no Brasil o conceito de “loja emblemática”, já existente no México, país sede da marca. A ideia consiste em, por meio de parceria com outra empresa da indústria, transformar o espaço de ponto de venda em algo mais atrativo e funcional aos clientes.

Depois de ter realizado uma com a Bauducco em dezembro, a rede agora se une à Ambev para um novo projeto do tipo, desta vez, tendo em vista o período do Carnaval. A partir desta terça-feira, 30, a unidade da Oxxo localizada no campus da Unicamp, em Campinas, estará envelopada nas cores e estilos de Beats, marca de bebidas da Ambev.

A ação tem dois objetivos principais, como destaca a head de marketing e comunicação externa do Grupo Nós, proprietário de Oxxo, Camila Assis. O primeiro é, naturalmente, chamar a atenção dos clientes. E, o segundo, é posicionar a loja como um local propício para matar a sede.

“Sempre pautamos as estratégias na necessidade dos clientes e, nesse período, tem tudo a ver falar de bebida gelada e Carnaval”, explica Camila. Ela conta que o projeto com a Ambev tem uma estratégia de sortimento, que visa equipar as lojas da rede para atender aos anseios dos clientes que buscam bebidas para se refrescar no período do verão.

Lojas emblemáticas e estratégicas da Oxxo

A sazonalidade acaba sendo um pilar importante para as estratégias da rede. Foi por isso que a empresa escolheu abrir a primeira unidade na cidade de Santos neste período de verão, marcando sua chegada ao litoral do estado.

“Quando pensamos em estratégias de marca, passamos desde a elaboração de ativações de ponto de venda, até a estratégia de expansão e dos produtos que iremos fornecer, de acordo com as necessidades dos clientes”, pontua.

A head de marketing explica que parcerias como essa, firmada com a Ambev, fazem parte de um pilar de inovação do Oxxo cuja proposta é se destacar na jornada do consumo do cliente, agregando elementos de marketing sensorial.

Antes dessa parceria com a Ambev, a Oxxo fez, em dezembro, uma parceria com a Bauducco, envelopando uma das lojas de São Paulo como um panetone. Camila conta que, no México, a companhia já realizou centenas de projeto do gênero e que, neste ano, o foco será expandir essas collabs com parceiros no Brasil.

“Esses projetos são embasados em uma estratégia de cocriação, em que colocamos qual a necessidade de nosso cliente, como e a jornada dele naquele espaço, acrescentando os objetivos daquela marca, até chegar no projeto final”, conta.

Redes sociais e estratégias de comunicação

Desde quando chegou ao Brasil, em dezembro de 2020, a Oxxo tem concentrado nas redes sociais toda a sua estratégia de comunicação. Foi por esse meio que a head acredita que a marca conseguiu chamar a atenção do público, seja pelos memes, que brincavam com a grande quantidade de lojas que a rede abria em São Paulo, ou até mesmo pela confusão em pronunciar o nome da marca, que acabou gerando uma campanha.

“Acredito que a gente conseguiu se diferenciar no setor de varejo alimentar por essa conexão mais irreverente nas redes sociais e pelo fato de ouvirmos muito as pessoas. Para gerar essa conexão temos de estar próximos e, cada vez mais, queremos usar nossos canais principais, que são TikTok e Instagram, para ouvir e nos aproximarmos do público”, conta.

Para o restante do ano, a executiva conta que a companhia ainda está em fase de planejamento, já que o ano fiscal termina em março, mas que a marca já sentiu a necessidade de, ao longo dos próximos meses, reforçar a proposta de valor. “Embora tenhamos muita conversa nas redes sociais, somos marca ainda nova e há pessoas que ainda não nos conhecem. Então, teremos um ano de muito trabalho para reforçar os princípios da marca”, conclui.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Comissão do Senado aprova o marco legal dos games

    Comissão do Senado aprova o marco legal dos games

    Projeto de Lei prevê a regulamentação da indústria de jogos online e estabelece fomento e medidas de incentivo para impulsionar os negócios

  • Cresce o número de brasileiros que jogam, afirma PGB 2024

    Cresce o número de brasileiros que jogam, afirma PGB 2024

    Segundo a 11ª edição da Pesquisa Game Brasil, 73,9% dos brasileiros afirmam jogar jogos digitais, um aumento de 3,8% comprado com a edição anterior