A obsessão da China por The Walking Dead

Buscar

A obsessão da China por The Walking Dead

Buscar
Publicidade

Mídia

A obsessão da China por The Walking Dead

A série sobre zumbis da AMC conquista fãs no online e cria oportunidade para merchandising


10 de abril de 2013 - 4h14

Por Anita Chang Beattie, do Advertising Age

O apocalipse dos zumbis, ao que parece, tem apelo universal. A série The Walking Dead, exibida pela AMC (no Brasil a série faz parte da grade da Fox), é bastante popular nos Estados Unidos, mas também alcançou um nicho também na China por meio do site de vídeos Youku. A recém-concluída terceira temporada tem mais de 100 milhões de visualizações – uma média de 6,8 milhões de visualizações por episódio. Embora seja algo pequeno -se considerada a enorme população online chinesa – a série tem atraído uma audiência cobiçada pelos anunciantes de multinacionais.

“A permanência dos programas americanos e o número de pessoas que gostam deles estão aumentando”, afirma Maggie Xiong, diretora de desenvolvimento de mídia na Youku-Tudou, que lida com aquisições de conteúdos internacionais da TV. Séries americanas representam a categoria de conteúdo que mais cresce na Youku, com visualizações que quadruplicaram entre setembro de 2012 e janeiro de 2013.

O site, que começou como uma plataforma para conteúdos gerais, começou a construir um acervo de programas de TV licenciados dos EUA em 2010. Neste ano, Youku comprou os direitos de 33 programas, incluindo “The Vampire Diaries”, “Modern Family”, “Pretty Little Liars”, “Revenge” e “2 Broke Girls”. O Youku investiu US$ 118,3 milhões em aquisição de conteúdo em 2012, segundo os resultados financeiros da empresa.

Existem diversas razões para o crescimento da popularidade das séries americanas, diz Xiong, que realiza as compras se baseando em fatores como busca online, cobertura de mídia e popularidade dos atores. A qualidade de produção tende a ser melhor e o aumento da popularidade dos filmes hollywoodianos ocasionou maior interesse pelo conteúdo da TV americana. Também, “a China tem controles de mídia severos. Parcialmente falando, a programação americana possui diferentes tipos de temas e enredos”, declara ela.

Para os anunciantes, transmissões online de séries americanas podem ser uma maneira de atingir uma quantidade de público difícil de ser impactado por meio da mídia tradicional, explica Tony Chen, presidente do Group M Interaction China. Além disso, fãs apaixonados criam comunidades em fóruns online, espaço de discussão ainda popular na China. “Não é só quando a audiência assiste à série de TV, mas quando estão discutindo sobre o assunto com seus amigos ou interagindo com outros fãs, também há a oportunidade para o engajamento do anunciante”, observa Chen. “Existem milhões de fãs para certas séries de TV”, finaliza.
 
Tradução: Isabella Lessa

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Como os brasileiros utilizam as redes sociais?

    Levantamento da Brain investigou hábitos de consumo de redes sociais entre diversas faixas etárias; WhatsApp é o app líder entre todas as gerações

  • Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Paramount+ segue os demais streamings e reajusta preço no Brasil

    Após ter aumentado assinatura no mercado norte-americano, plataforma também terá novos valores no País a partir de setembro