O poder da tecnologia humana

Buscar
Publicidade

Opinião

O poder da tecnologia humana

Quando praticamos a compaixão e a empatia em nossas interações diárias, podemos criar ambientes mais justos, acolhedores e inclusivos


20 de março de 2023 - 13h00

Crédito: phonlamai-photo/shutterstock

Ao ler este artigo, com certeza você já foi bombardeado por várias matérias, posts e fotos sobre o que aconteceu esse ano no SXSW, mas, diferente de você ter estado aqui ou apenas acompanhando diretamente do Brasil, pode ter certeza de que essa é a grandiosidade do evento. O SXSW permite que um mesmo tema seja interpretado e absorvido de maneiras diferentes por cada pessoa, não só porque cada um é único e possui visões e aprendizados diferentes, mas porque a expectativa que cada um constrói em cima da inovação e tendências é singular.

Esse foi meu terceiro ano participando e a cada ano prometo não entrar na ansiedade de ver tudo, cobrir a agenda preparada com antecedência, mas, no final, você acaba saindo frustrado porque perdeu essa ou aquela palestra. No entanto, mesmo com tantas expectativas, algo diferente aconteceu este ano. Logo no primeiro dia tive a honra de assistir a palestra inspiradora do Dr. Simran Jeet Singh, diretor executivo no programa de Religião e Sociedade do Aspen Institute e autor do bestseller The Light we Give: How Sikh Wisdom Can Transform Your Life (A luz que damos: como a sabedoria sikh pode transformar sua vida).

Singh falou sobre os mecanismos de enfrentamento que desenvolveu para lidar com o racismo que atravessou a sua vida desde a infância como um sikh que cresceu no sul do Texas, nos Estados Unidos. O discurso dele sobre a força do otimismo diante da desilusão, com base em suas experiências pessoais com o racismo e como os fundamentos Sikh o ajudaram a compreender e lidar com esses sentimentos ao longo dos anos, me fizeram sentir uma ligação especial com o evento. Em meio a tantas novidades tecnológicas assistir, logo na abertura, um palestrante que apresenta algumas perspectivas de comunidades marginalizadas, para realmente focar na realidade de nossas experiências e em mensagens de esperança, otimismo e gentileza, foi algo inusitado e, ao mesmo tempo, revelador. A tecnologia que mais tem poder de mudança é a humana.

“Nos momentos de dificuldade, focamos na dificuldade e esquecemos de perceber o bem que também está ao nosso redor”, disse Singh. Quando praticamos a compaixão e a empatia em nossas interações diárias, podemos criar ambientes mais justos, acolhedores e inclusivos. Além disso, ao adotarmos uma mentalidade otimista e resiliente, somos capazes de superar obstáculos e alcançar nossos objetivos, mesmo em face de adversidades.

Eventos como o SXSW nos oferecem a oportunidade de ouvir diferentes perspectivas e experiências, nos tornando mais conscientes em relação aos outros. A palestra de Singh me deixou completamente inspirada e sai de lá com lições valiosas. Eu senti que o discurso dele não era apenas uma palestra motivacional, mas uma poderosa chamada à ação para todos nós, principalmente, em tempos de intolerância e desigualdade. Quando a palestra acabou, senti que estava exatamente onde deveria estar. Foi um momento poderoso e que realmente definiu como seria a minha experiência e engajamento para o restante das atividades, palestras e workshops.

Participar do South by Southwest, um dos maiores e mais influentes eventos do mundo, é sempre uma experiência única e enriquecedora, que permite a conexão entre pessoas de diversas culturas, promove aprendizados sobre novas tendências e se você não sair de lá com a cabeça borbulhando de ideias, então, sinto dizer, mas você assistiu o evento errado (risos). Brincadeiras à parte, se você me perguntar se eu já estou ansiosa para a edição do ano que vem, a resposta é definitivamente sim!

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Inovação na era dos marcos regulatórios

    E o que sua startup tem a ver com isso?

  • Marketing de conteúdo e a jornada do empreendedor

    Com todas as peças encaixadas, nota-se um ponto em comum que une perfeitamente o empreendedor e o profissional de marketing: o foco no cliente