Refúgio para uma sociedade cansada

Buscar
Publicidade

Opinião

Refúgio para uma sociedade cansada

O bem-estar feminino é uma questão urgente e precisamos nos colocar como aliados das mulheres nessa jornada


16 de novembro de 2023 - 10h00

Vivemos um contexto de hipermodernidade, em uma sociedade cansada pelo ritmo intenso, mudanças constantes e pela avalanche de informações.

E esse cenário, é especialmente crítico quando falamos do impacto na saúde mental feminina, pela sobrecarga decorrente do acúmulo de funções, a pressão por cuidar da família e do entorno e cobrança por performance. A pesquisa da Think Olga, intitulada “Esgotadas: o empobrecimento, a sobrecarga de cuidado e o sofrimento psíquico das mulheres”, mostra que 45% das participantes afirmam ter diagnóstico de ansiedade, depressão ou algum outro tipo de transtorno mental.

Essa rotina de excesso, impacta também a qualidade do sono. Dados da Associação Brasileira do Sono (ABS) revelam que mais de 73 milhões de brasileiros têm dificuldades para dormir. E várias pesquisas comprovam que as mulheres são mais propensas ao problema. Uma delas foi realizada pela Fundação Nacional do Sono dos Estados Unidos, em abril de 2022, onde quase 70% das entrevistadas alegaram ter tido problemas para dormir no mês anterior ao estudo.

Recentemente, tive o privilégio de participar de uma roda de conversa sobre o autocuidado feminino e a qualidade do sono ao lado da médica especializada na saúde da mulher e do sono, Dra. Helena Hachul. Me chamou atenção o interesse gerado pelo tema e o engajamento das mulheres em esclarecer dúvidas sobre como melhorar a higiene do sono e, consequentemente, seu bem-estar. A troca foi tão extensa que acabamos excedendo a programação do evento.

Essa é uma questão estrutural, que envolve a sociedade, os profissionais da saúde, políticas públicas, mas as empresas e marcas também devem se colocar como aliadas das mulheres. Isso vai desde o comportamento empresarial, uma comunicação capaz de gerar uma conexão real e empática, a inovação e a ciência a serviço do bem-estar, desenvolvendo produtos com benefícios comprovados e com provocações relevantes para o planeta.

Em uma sociedade hiperconectada, estamos nos desconectando de nós mesmas. O bem-estar feminino é uma questão urgente e precisamos nos colocar como aliados das mulheres nessa jornada.

Publicidade

Compartilhe

Veja também