TIM lança TIM IoT Solutions para alavancar transformação digital

Buscar
Publicidade

Notícias

TIM lança TIM IoT Solutions para alavancar transformação digital

Objetivo é impulsionar novos negócios com o uso da internet das coisas com foco no agronegócio, utilities, logística e indústria 4.0

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


26 de março de 2024 - 6h03

Gouvea: cobertura da tele com 5G chega a 52% da população urbana e TIM IoT Solutions tem foco no agronegócio, utilities, logística e indústria 4.0 (Crédito: Divulgação)

A TIM IoT Solutions é a frente que reúne o portfólio de internet das coisas (IoT) da tele dedicada à digitalização de processos, automação operacional e eficiência produtiva dos seus clientes corporativos.

TIM IoT Solutions e a transformação digital

O objetivo é usar a expertise da empresa para alavancar a transformação digital da indústria brasileira e ser a principal habilitadora de novos negócios com IoT.

O foco é agronegócio, utilities, logística e indústria 4.0, de acordo com a meta que estabeleceu o IoT como um dos pilares estratégicos no ano passado.

Segundo estimativa da ISG Provider Lens, há a perspectiva de que 27,1 bilhões de dispositivos estejam conectados no Brasil até 2025.

Ainda, de acordo a IDC, até o final deste ano, 50% das empresas deverão estar em etapas de planejamento ou em prova de conceito para projetos de IoT.

Aumento de receitas de IoT

Assim, a operadora quer crescer impulsionada pela previsão de aumento de receitas de IoT no Brasil, que será quatro vezes maior em cinco anos, considerando o período de 2022 a 2027.

A BETC Havas foi a agência responsável pela criação do conceito TIM IOT Solutions.

TIM IoT Solutions: projeto e objetivos

Para entender o que significa o projeto e quais são seus objetivos, a diretora sênior de advertising e branding, Camila Ribeiro, e o diretor de soluções corporativas, Paulo Humberto Gouvea, ambos da TIM, conversaram com ProXXIma:

ProXXIma – Com o TIM IoT Solutions, conceito criado por uma agência de publicidade, como vocês farão a comunicação desse conceito?
Camila Ribeiro – A frente IoT é um pilar estratégico da TIM relevante para nós e para nossos parceiros.

De forma que, para atender a esse mercado, vimos a oportunidade de desenvolver estratégia mais ampla, com identidade visual e naming exclusivo que reforçam o potencial das soluções e os diferenciais da marca.

Camila: IoT é pilar estratégico importante para a companhia (Crédito: Divulgação)

Assim, surgiu o TIM IoT Solutions, que tem como diferencial habilitar a transformação digital de empresas por meio da rede móvel.

O novo naming TIM IoT Solutions, desenvolvido com a agência BETC Havas, busca traduzir a expertise da TIM no segmento.

Dessa forma, isso ressalta o portfólio que a operadora oferece para os segmentos foco da companhia: agronegócio, utilities, logística e indústria 4.0.

Reforço da conectividade

Assim, o objetivo é reforçar a conectividade como ponto central e fundamental para o IoT e que a TIM é a parceira para habilitar, viabilizar e acelerar a transformação digital dos clientes.

Portanto, a estratégia dessa frente conta com plano de mídia e ativações robustos e perenes que se iniciam em março e passam a integrar o calendário da marca de forma consistente.

ProXXIma – Na edição deste ano do MWC, ao contrário do ano passado, se falou menos de IoT. Mas se falou da lenta evolução da rede 5G em nível global e, por consequência, do lento desenvolvimento da IoT. Você pode fazer uma análise sobre esse cenário e falar sobre oportunidades no Brasil?
Paulo Humberto Gouvea – Com a maior rede móvel do País, a TIM é líder e pioneira no 5G no Brasil e já cobre 52% da população urbana com quase metade das antenas de quinta geração do País.

Assim, ao todo, são 229 cidades cobertas no Brasil com a nova tecnologia.

Ainda, a operadora é a única a cobrir com 5G todos os bairros de nove capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Fortaleza e Goiânia.

Transformação e inclusão digital

Como parte de  projeto de expansão e apoio à transformação e inclusão digital no Brasil, a TIM segue ativando o 5G pelo País.

Dessa forma, a companhia anunciou no MWC 2024 o primeiro teste 5.5G e atingiu a marca de 11,6 Gbps, 80% superior ao 5G, chamado de 5G Advanced (5GA).

Assim, a conectividade é fundamental para habilitar o IoT.

Portanto, os resultados comprovam que a operadora vem impulsionando a produtividade em setores essenciais da indústria brasileira.

Dessa forma, os contratos já somam mais de R$ 300 milhões em receitas nos últimos 18 meses.

Pilar ESG

Ainda, em linha com o pilar ESG da companhia, pode-se observar impactos sociais importantes.

Assim tais como a inclusão digital de mais de 1,3 milhão de pessoas no campo e outros milhares em comunidades, escolas públicas e unidades de saúde, que ficam próximas às áreas cobertas.

De fato, em utilities, a operadora se destaca na habilitação das chamadas “cidades inteligentes”. Já são mais de 150 mil pontos de iluminação inteligentes em todo o País.

5G concentrado

ProXXIma – Com o TIM IoT Solutions, voltado ao agro, utilities, logística e indústria 4.0, fica claro que a IoT foca, prioritariamente, no mercado corporativo. Simultaneamente, o 5G, que acelera a IoT, está concentrado, ainda, nas capitais. Como atender áreas como o agro e de logística num país tão continental e, em grande parte, rural, logo, com áreas não cobertas, com IoT?
Gouveia – A TIM associou-se a outras grandes empresas, referências no seu campo de atuação, com a missão de levar conectividade para todo campo brasileiro, apoiando o desenvolvimento do Brasil.

Ainda, a operadora é cofundadora do ConectarAGRO e desde 2018 por meio do projeto 4G TIM no campo foi pioneira ao usar a mesma tecnologia da cidade no campo.

Dessa forma, desde lá segue líder no agronegócio, com objetivo de diminuir a distância entre a cidade e o campo.

De fato, a operadora tem parcerias com as concessionárias CCR RioSP, EcoRodovias, EPR e Grupo Way Brasil.

O que inclui o maior eixo viário do País, por onde mais de 50% do PIB é transportado.

Monetização da 5G

ProXXIma – Outro debate importante no MWC foi a monetização da 5G. Como a TIM vê essa questão?
Gouvea –
Ter a maior rede 5G do Brasil é um diferencial para a TIM, que vem atraindo parcerias com grandes empresas, referências nos seus setores.

Portanto, a operadora monetiza o 5G por meio de grandes clientes.

Tais como São Martinho, no agronegócio, e na Brasil Terminal Portuário (BTP), em logística, com o primeiro porto 5G da América Latina.

Na Stellantis, no mercado automotivo, tem o primeiro projeto em planta industrial conectada com 5G no Brasil.

Ainda, na saúde, com o Hospital Sírio Libanês, lançou a primeira ambulância 5G do País.

Publicidade

Compartilhe

Veja também