Artplan deve ficar com Secom após saída da DPZ&T

Buscar

Comunicação

Publicidade

Artplan deve ficar com Secom após saída da DPZ&T

Além dela, NBS e Calia Y2 atenderão a conta; a decisão ainda não é definitiva e ainda cabe recurso

Teresa Levin
14 de julho de 2017 - 13h48

A Artplan deverá ficar no lugar da DPZ&T no atendimento da conta da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom). A Comissão Especial de Licitação desclassificou a DPZ&T por conta de irregularidades nos documentos necessários para a habilitação. Com isso, a Artplan deve atender a conta ao lado da NBS, primeira colocada no processo licitatório, e da Calia Y2. A publicação do resultado desta etapa da concorrência foi feita nesta sexta-feira, 14, no Diário Oficial e, com isso, ainda há um prazo de cinco dias úteis para interposição de recurso.

Vale lembrar que a concorrência para a definição das agências que atenderão a Secom vem se arrastando. Após a eliminação inicial da DPZ&T por um erro no prazo de validade da proposta técnica, ela voltou ao processo e agora mais uma vez foi desclassificada. Além disso, a Young & Rubican, que havia sido uma das vencedoras, acabou desistindo de atender o anunciante estatal por conta de uma alteração na proposta comercial inicialmente apresentada. A verba que a Secom destinará a publicidade em 2017 é de R$ 208 milhões e o contrato é de um ano com possibilidade de renovação.

Publicidade

Compartilhe