No ritmo das demais holdings, IPG cresce no trimestre

Buscar

Comunicação

Publicidade

No ritmo das demais holdings, IPG cresce no trimestre

Após resultados negativos de 2020, por conta da pandemia de Covid-19, grupo projeta aumento de 5% a 6% no faturamento neste ano


29 de abril de 2021 - 6h00

(Crédito: Reprodução)


Do Advertising Age

O Interpublic Group (IPG) projetou nesta quarta-feira, 38, um crescimento orgânica entre 5% e 6% neste ano, em um sinal de que a indústria global das agências de publicidade inicia uma recuperação após a pandemia da Covid-19. A holding, cujas redes incluem McCann, FCB, Mediabrands, Deutsch e R/GA, reportou um crescimento de 1,9% na receita liquida no primeiro trimestre de 2021.

A projeção do grupo é baseada na percepção de que haverá uma contínua estabilização da saúde pública e recuperação global da economia, na visão de Phillippe Krakowsky, CEO do Interpublic Group.

Tanto o WPP, que também reportou seus resultados nesta semana, e o Publicis Groupe, que divulgou seu balanço no início de abril, apresentaram um crescimento orgânico nos três primeiros meses do ano. Embora o Omnicom também tenha reportado melhorias, a holding ainda apresentou um desempenho negativo na receita no primeiro trimestre de 2021, mas tem a expectativa de retomar o crescimento no segundo trimestre.

Apesar dos resultados positivos do Interpublic, o CEO da holding pediu cautela em relação ao futuro. “Claro, nosso primeiro trimeste é geralmente o período de menor faturamento e a aior parte do ano ainda virá pela frente. Também reconhecemos que um grau maior de incerteza nos negócios é parte da realidade de todas as companhias, o que se traduz em algo mais desafiador para todo o ano. Como resultado, estamos mais próximos das nossas pessoas e de nossos clientes, pedindo às nossas equipes atualizações financeiras constantes e continuando a administrar as despesas de forma cautelosa”, declarou Krakowsky.

Os números do primeiro trimestre da holding representam uma grande melhora em relação aos do quarto trimestre de 2020, no qual o Interpublic registrou um declínio de 5,4% em seu faturamento. A holding recebeu um forte impulso dos mercados internacionais, registrando crescimento em várias regiões que, juntas, garantiram uma expansão orgânica de 6,3%. A chief financial officer (CFO) do IPG, Ellen Johnson, disse que houve um notável crescimento em comparação com o quarto trimestre do ano passado.

Durante a teleconferência de apresentação de resultados, a CFO disse que o mercado dos Estados Unidos, que respondeu por 65% do total do faturamento do grupo no trimestre, teve uma queda de 20 pontos nos resultados, o que pode ser atribuído, segundo ela, “a contínua pressão sobre os setores de eventos e esportes, algo que vem acontecendo ao longo de toda a pandemia”.

“Temos vimos um otimismo cauteloso por parte dos clientes e o tom dos negócios tem se firmado nos últimos meses. Reaberturas, estímulos fiscais e programas de vacinação em nassa em nossos maiores mercados estão proporcionando um aumento tangível na atividade econômica e na demanda por marketing”, disse Krakowsky.

Publicidade

Compartilhe